Conecte com a gente

BLINK NEWS

06 AGO #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

1 – Mensagens apontam que presidente paraguaio sabia de acordo sobre Itaipu

Mensagens vazadas na imprensa paraguaia nesta terça-feira (6) mostram que o presidente do país, Mario Abdo Benítez, sabia sobre a negociação com o Brasil, feita sem divulgação à opinião pública, sobre compra de energia da usina hidrelétrica de Itaipu. Os jornais “ABC Color” e “Ultima Hora”, que publicaram as mensagens, não explicaram como tiveram acesso a elas. No mesmo dia em que as mensagens vieram à tona, a oposição do Paraguai apresentou, nesta terça-feira(6), um pedido de julgamento político contra Abdo, o vice-presidente do país, Hugo Velázquez, e o ministro da Fazenda, Benigno López, que poderia resultar em impeachment.

2 – Conselho do MP veta indicação de Bolsonaro para comissão sobre mortos na ditadura

O Conselho Superior do Ministério Público Federal rejeitou nesta terça-feira (6) a indicação do procurador Ailton Benedito para compor a Comissão Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. De perfil conservador, Benedito havia sido indicado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro para compor o colegiado. Em uma rede social, o procurador se mostra um entusiasta do regime militar. Em 31 de março deste ano, Benedito comemorou a data do golpe de 1964. O governo Bolsonaro mandou por meio da Secretaria de Proteção Global do Ministério de Família e Direitos Humanos para a chefia do Ministério Público Federal em Brasília o pedido de indicação de Ailton Benedito para o lugar do procurador Ivan Marx, que ocupa o posto.

3 – Produção de veículos no Brasil cresce em julho

A produção de veículos cresceu 8,4% em julho, de acordo com a associação que representa as montadoras, a Anfavea. A comparação é com o mesmo mês de 2018. Durante o último mês, o melhor julho desde 2013, foram produzidos 266 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, contra 245 mil em julho do ano passado. Quando comparado com junho, o número é 14,2% maior. Entre os fatores positivos estão a aprovação da Reforma da Previdência e a redução recente da Selic, a taxa básica de juros. Já as exportações ainda seguem baixas. Em relação a julho de 2018, o número de unidades de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus exportadas caiu 15,3%. Por outro lado, a quantidade cresceu 4,2% considerando o mês anterior, junho, quando mais de 40 mil veículos saíram do Brasil.

4 – INSS vai devolver R$ 57 milhões em descontos não autorizados

O INSS encerrou convênios com quatro associações de aposentados pelo desconto irregular de contribuição em benefícios previdenciários. Em junho, o órgão iniciou investigação e bloqueou os descontos em 800 mil aposentadorias e pensões. O dinheiro retido nesse período, R$ 57 milhões, será devolvido ao longo da próxima semana, com crédito em conta. O instituto afirma que, além das irregularidades constatadas nos descontos, a decisão de rescindir os convênios ocorreu pelo aumento, em 2018 e 2019, na quantidade de reclamações apresentadas por segurados ao INSS. Foram 27.422 queixas na Ouvidoria do órgão, 10.452 processos judiciais por práticas abusivas e descontos indevidos, 5.137 reclamações no site Reclame Aqui e 61 procedimentos instaurados pelo MPF (Ministério Público Federal), a Defensoria Pública, os Procons e a Polícia Civil.

5 – Etanol recua em 20 estados; preço médio cai no país

Os preços médios do etanol hidratado recuaram em 20 Estados brasileiros na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Houve alta em quatro Estados e no Distrito Federal e estabilidade no Espírito Salto. Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP houve recuo de 0,29% no preço médio do etanol em relação a semana anterior, caindo de R$ 2,766 para R$ 2,758. Na comparação mensal, os preços do etanol recuaram em 23 Estados e no Distrito Federal e subiram apenas em Alagoas e no Amazonas. Já o valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros recuou 0,32%. Aqui em Campo Grande o combustível pode ser achado até por 3 reais e 87 centavos, um dos mais baixos do país.

6 – Câmara aprova proibição de uso fogos de artifício com barulho na Capital

Os vereadores aprovaram na sessão desta terça-feira (6) a proibição do uso de fogos de artifício que façam barulho, a exemplo do que o Executivo municipal instituiu a partir de outubro de 2018, em eventos realizados pela prefeitura de Campo Grande. A proposta atende reivindicação de protetores de animais que sofrem com os ruídos em dias de comemoração. A proposta ainda será submetida à segunda votação e tem de ser sancionada pelo prefeito. Caso seja aprovada, acabarão na cidade aquelas clássicas comemorações em dia de partida de futebol ou virada de ano. A proposta proíbe a queima de fogos de artifício ou qualquer artefato pirotécnico com efeito sonoro. A multa é de R$ 1 mil para quem descumprir a regra.

Escrito por

Sou um nativo apaixonado da comunicação, que encontrou no microfone e nas ondas do rádio a forma mais divertida e expressiva de viver a vida. Vivo nas redes, nos feeds e nos stories do mundo. Jornalista, locutor, futuro publicitário e um amontoado de paixões comunicativas. Apresentador do #AoVivaço e do Horário de Pico. Meu Insta: @rodrigosdiniz.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat