Conecte com a gente

BLINK NEWS

17 SET #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

Hora de ficar muito bem informado com as 6 principais notícias que marcaram a terça-feira.

1 – Dodge apresenta denúncia da investigação e pede novo inquérito do caso Marielle

Em seu último dia como procuradora-geral da República, Raquel Dodge anunciou nesta terça-feira (17) que apresentou uma denúncia de irregularidades na condução do caso da vereadora Marielle Franco e do motorista dela Anderson Gomes. Dodge também pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a abertura de um novo inquérito para apurar os dois assassinatos. Caberá ao STJ decidir se acolhe a denúncia e o destino das investigações. A vereadora e o motorista dela foram mortos há um ano e meio e ainda não há conclusão sobre os autores do crime.

2 – Drake segue confirmado no Rock in Rio, diz organização do festival

O show de Drake no Rock in Rio 2019 segue confirmado, disse a organização do festival nesta terça-feira (17). A informação oficial desmente boatos de que o show estaria cancelado. Os rumores de cancelamento levaram o nome do cantor a ser o assunto mais comentado no Twitter no Brasil na tarde desta terça-feira. Muitos usuários diziam que a data do Rock in Rio havia sido retirada da agenda do site oficial de Drake. No entanto, a agenda do site não era atualizada há vários meses, aponta a própria organização do Rock in Rio. O show, portanto, nem chegou a ser adicionado ao site do cantor.

3 – CCJ do Senado aprova projeto que garante verba para financiamento de campanhas em 2020

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta terça-feira (17), em votação simbólica (sem contagem de votos) um projeto que viabiliza recursos para as campanhas eleitorais municipais em 2020. Após acordo para a retirada de pontos polêmicos da proposta encaminhada pela Câmara, a votação no colegiado aconteceu de forma expressa, em cerca de 30 minutos. O texto deverá ser votado no plenário principal do Senado ainda nesta terça-feira. O projeto ajusta redação da legislação eleitoral no ponto que trata do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o chamado fundo eleitoral, criado em 2017, com recursos de emendas parlamentares de bancadas estaduais.

4 – Ministro do STF Alexandre de Moraes valida acordo para uso de fundo bilionário da Petrobras

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), validou nesta terça-feira (17) o acordo para utilização do fundo bilionário da Petrobras – de cerca de R$ 2,6 bilhões. O acordo foi assinado pelo governo federal, representantes de Câmara e Senado e da Procuradoria Geral da República (PGR) e enviado para homologação pelo ministro. Para encerrar investigações sobre a empresa nos Estados Unidos, a Petrobras acordou com autoridades norte-americanas o pagamento de US$ 853,2 milhões. Desse valor, US$ 682 milhões devem ser aplicados no Brasil – cerca de R$ 2,6 bilhões.

5 – Lei obriga autor de violência doméstica a ressarcir governo por atendimento à vítima

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (17) uma lei que obriga agressores domésticos ou familiares a ressarcirem o Estado pelas despesas com atendimento das vítimas. O texto altera a Lei Maria da Penha, e faz referência tanto aos gastos do Sistema Único de Saúde (SUS) quanto à oferta de dispositivos de segurança às vítimas – o botão do pânico, por exemplo. A lei deve ser publicada no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira (18) e entra em vigor após 45 dias. O projeto já tinha sido aprovado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2018, mas sofreu mudanças durante a análise no Senado. Os senadores incluíram, por exemplo, a necessidade de uma condenação judicial definitiva para que o pagamento fosse exigido. O texto voltou à Câmara, e todas as mudanças do Senado foram rejeitadas. Com isso, a lei sancionada não exige condenação do agressor, e o ressarcimento pode ser pedido no âmbito civil.

6 – Lua vista de MS fica vermelha por conta de incêndios e poeira, diz especialista em meteorologia

Os incêndios e a poeira deixaram a lua com um tom mais “avermelhado” em Mato Grosso do Sul nos últimos dias. Segundo a especialista em meteorologia do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec), Franciane Rodrigues, a coloração do satélite é indicativo do quanto a atmosfera está poluída, principalmente pelas partículas das queimadas. “É um efeito físico. A luz refletida pela lua interage com a poluição atmosférica no comprimento de onda da luz vermelha, uma vez que as partículas tem um tamanho grande se comparado a outros gases da atmosfera. Dentro da física atmosférica, o fenômeno têm esse efeito é denominado como espalhamento Mie”, explica.

Escrito por

Sou um nativo apaixonado da comunicação, que encontrou no microfone e nas ondas do rádio a forma mais divertida e expressiva de viver a vida. Vivo nas redes, nos feeds e nos stories do mundo. Jornalista, locutor, futuro publicitário e um amontoado de paixões comunicativas. Apresentador do #AoVivaço e do Horário de Pico. Meu Insta: @rodrigosdiniz.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ: