Conecte com a gente

VIVA+

A culpa virtual

Temos tanto medo de deixar de seguir as pessoas nas redes sociais, mas porque será que isso acontece?

Hoje a gente vai falar sobre culpa, mais precisamente culpa virtual, já ouviu falar disso? De acordo com especialistas isso está muito mais presente no nosso psicológico do que a gente imagina.

Vamos deixar mais claro: a culpa virtual acontece quando a gente deixa de seguir ou desfaz amizade com alguém nas redes sociais. Diferente do relacionamento pessoal, o relacionamento virtual, pode as vezes se apresentar mais descartável, mas se for assim, por que nos sentimos tão estranhos quando a gente desfaz uma amizade virtual?

Saiba que essa história de culpa virtual não é algo tão fútil quanto parece. Para você ter uma ideia, esse assunto é estudado por pesquisadores sociais como o professor de psicologia Michael Andreychik, da Universidade Fairfield ao Mashable.

De acordo com o professor, os humanos são excelentes ao justificar comportamentos para evitar a culpa, mas isso não ocorre tão facilmente com conexões, mesmo nas redes sociais. Ainda é desconfortável sentir que quebramos um “padrão implícito” de amizade, até quando não mantemos contato com a pessoa por anos.

E tem ainda a outra questão que permeia o pensamento de quem vai se desconectar de alguém em uma rede social: como essa outra pessoa vai reagir?

A professora assistente de psicologia Jaclyn Moloney, da Universidade de William & Mary, aponta que tememos que nossas conexões percebam que desfizemos a amizade. E esse sentimento fica ainda pior quando a amizade online envolve uma pessoa com quem convivemos na vida real. É nesse momento que muitas pessoas se colocam no lugar do outro: normalmente não gostamos de saber que alguém cortou a amizade, rola um sentimento de rejeição.

E aqui entra o pulo do gato. Vamos te ajudar a perder essa culpa, ou pelo menos te ajudar:

  • 1 – Coloque-se em primeiro lugar, sem medo: Com o simples pensamento de que se o conteúdo que a pessoa está postando não está te ajudando, seguir ela não vai te trazer nada de bom;
  • 2 – Regras sociais estão diferentes: Depois dessa onda de violação de privacidade nas redes sociais, essa importância está mudando. Há uma tendência de as pessoas se fecharem mais, deixar sua privacidade mais protegida. Por isso, não se sinta mal em limitar o círculo de amizades;
  • 3 – A pessoa que você quer deixar de seguir, pode nem ligar: Parece ridículo pensar nisso, mas é verdade, muitas pessoas não se importam quando perdem um seguidor, ou um amigo virtual, e isso nunca passa pela nossa mente, a gente fica com tanto medo de ficar mal visto e de causar um desconforto que esquecemos que nem todo mundo acha a gente importante;
  • 4 – Tenha força de vontade: A vida adulta requer amadurecimento para as pessoas lidarem com coisas que achem desconfortáveis. Lembra de quando você era criança e ficava com medo quando ía tirar um curativo do machucado, e depois que tirava tava tudo bem? É exatamente isso, pode ter uma dorzinha momentânea, mas é pro seu próprio bem.

E aí, já deixou de seguir alguém hoje?

Escrito por

Comunicador formado em 2010, se encontrou no rádio como uma fonte de energia 100% renovável. O hobbie é modelismo (miniaturas de veículos, edifícios, etc.), design gráfico e, claro, Netflix.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Mais um role aleatório?Clipe de “One Love” tem presença de brasileiros

ENTRETENIMENTO

10 coisas que só um amigo de verdade faz!

VIVA+

Feirão do Imposto: Saiba mais!

CAFÉ COM BLINK

Lançamentos

ENTRETENIMENTO

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Blink102

Posts recentes

Blink102
Publicidade Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat