Conecte com a gente

BLINK NEWS

Acabar com a justiça do trabalho é “muito difícil”, explica especialista

Evaristo Sa/AFP/Getty Images

Jair Bolsonaro diz que há estudo de projeto e também possibilidade de colocar em debate o fim da justiça do trabalho. A fala do novo presidente da República aconteceu ontem (03), durante sua primeira entrevista após a posse, concedida ao SBT. Para Bolsonaro, existe um “excesso de proteção” aos trabalhadores brasileiros e, “havendo clima”, proposta (de extinção da justiça do trabalho) pode ser apresentada.

Na entrevista, o presidente repetiu que a ideia é aprofundar a reforma trabalhista, mas “sem tirar direitos de ninguém”. E afirmou: “empregado ganha pouco, mas não de obra é cara. É pouco pra quem recebe e muito pra quem paga, tem que mudar isso aí”.

Rodrigo Correa Couto, advogado e especialista em direito civil e penal, explicou o que representa considerar o fim da justiça do trabalho e se é possível executá-lo. Ouça:

Foto em destaque: Evaristo Sa/AFP/Getty Images

Escrito por

Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Católica Dom Bosco (2008) e Pós-graduação em Produção Audiovisual - Estéticas Contemporaneas pela UCDB (2010). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Videodifusão, produção Audiovisual para as novas mídias e Direção de Arte.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

02 ABR: #6_PrincipaisNotícias

BLINK NEWS

22 MAR: #6_PrincipaisNotícias

BLINK NEWS

20 MAR: #6_PrincipaisNotícias

BLINK NEWS

07 MAR: #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS