Conecte com a gente

DESTAQUES NEWS

AS 6 PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA | 10 DE JANEIRO

Publicado em 10/01/2019

1- Ministério da Educação vai cancelar mudanças polêmicas em edital

As mudanças no edital de 2 de janeiro deixaram menos rígido o Programa Nacional do Livro Didático e passaram a permitir erros, falta de referências bibliográficas e a obrigatoriedade da abordagem de temas como a violência contra a mulher. Ontem (09), o Ministro da Educação, Ricardo Velez, disse que o documento com as mudanças foi produzido durante a gestão de Michel Temer e será cancelado. O MEC apura se o documento aprovado teria sido modificado após o envio, no dia 28 de dezembro.

2 – Ministro da Defesa quer militares fora da reforma da previdência

Para Fernando Azevedo e Silva, as peculiaridades da carreira militar fundamentam a necessidade de um regime diferenciado de previdência para a categoria. O ministro, que é comandante da marinha, disse que militares têm, hoje, sistema de proteção social.

3- Dólar no menor patamar desde outubro de 2018

A bolsa de valores chegou aos 93 mil pontos e bateu recorde histórico e a cotação do dólar no Brasil está no menor patamar desde 10/2018: R$ 3,69. Os investidores brasileiros estão otimistas com notícias sobre a reforma da previdência ser mais abrangente do que a discutida na gestão de Michel Temer.

4- Começa hoje segundo mandato de Maduro como presidente da Venezuela

O segundo mandato do presidente venezuelano deve durar até 2025. No ano passado, Nicolás Maduro venceu as eleições com quase 70% dos votos, mas o resultado foi contestado já que mais de 50% dos eleitores não compareceram às urnas. Maduro assume apoiado pelo Supremo Tribunal Federal venezuelano e também pelas Forças Armadas. Ele não é reconhecido pela Assembleia da Venezuela e por diversos países.

5- Campo Grande aumenta investimentos em saúde

A capital sul mato-grossense teve o maior aumento percentual do país no comparativo entre 2016 e 2017. O investimento na área de saúde em 2017 em Campo Grande foi de R$ 1,2 bi (aumento de 16,8%). Em segundo lugar, aparece Cuiabá, com aumento de 15,6% no mesmo período.

6- E falando em dinheiro e saúde…

Os mais de 5 mil médicos que entraram no Mais Médicos em dezembro ainda não receberam bolsa auxílio e auxílio moradia que deveriam ter sido pagos na primeira semana de janeiro. Segundo o Ministério da Saúde, o valor de pouco menos de  R$ 12 mil reais para cada médico ainda não foi pago por problemas no cadastro e tudo será regularizado até o fim do mês.

O prazo para médicos brasileiros inscritos em nova fase do programa se apresentarem nos municípios para começarem a atuar acaba hoje, quinta-feira (10). Foram mais de 1.700 profissionais inscritos e ainda há postos de trabalho disponíveis.

Escrito por

Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Católica Dom Bosco (2008) e Pós-graduação em Produção Audiovisual - Estéticas Contemporaneas pela UCDB (2010). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Videodifusão, produção Audiovisual para as novas mídias e Direção de Arte.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Saúde da Mulher é tema de outubro Saúde da Mulher é tema de outubro

PODCAST: Outubro Rosa e ações do Poder Público para esse mês.

CAFÉ COM BLINK

PODCAST: Papo com o prefeito

CAFÉ COM BLINK

16 Set #6_PrincipaisNotícias

BLINK NEWS

PODCAST: Falta de água em Campo Grande? Entenda melhor

CAFÉ COM BLINK