Conecte com a gente

BLINK NEWS

AS 6 PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA | 13 DE DEZEMBRO

1- Polícia Federal no Ministério do Trabalho

Polícia Federal faz buscas no Ministério do Trabalho na 5ª fase da Operação Registro Espúrio. A Operação investiga fraudes e desvios relacionados a registros sindicais. O ministro substituto da pasta, Ricardo Santos Silva Leite, foi suspenso do cargo e impedido de entrar no ministério.

Entre os apontados como integrantes da “organização criminosa” estão Helton Yomura, ex-ministro do trabalho e afastado do cargo no meio deste ano; Cristiane Brasil, deputada pelo PTB-RJ; Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB; Paulinho da Força, deputado federal pelo SD-SP; Jovair Arantes, deputado federal pelo PTB-GO; Wilson Filho, deputado federal pelo PTB-PB; Nelson Marquezelli, deputado federal pelo PTB-SP.

2- Jair e Flávio Bolsonaro “pagarão a conta” em caso de confirmação de irregularidades

Em pronunciamento ao vivo pelo facebook, Jair Bolsonaro diz que ele e o filho “pagarão a conta se algo estiver errado”. O presidente eleito está disposto a acertar o que for necessário, caso seja comprovada a irregularidade apurada pelo Coaf, na movimentação de mais de 1 milhão de reais feita pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Também na transmissão ao vivo, Jair Bolsonaro disse que a possível irregularidade “dói no coração”, já que, o que existe de mais firme em seu projeto de governo, é o combate à corrupção.

3- Presidente eleito critica lei da migração

Também ontem, durante encontro com a bancada do Partido dos Democratas, Jair Bolsonaro criticou a lei de migração que vigora atualmente no Brasil. Segundo o presidente eleito, “ninguém quer botar certo tipo de gente pra dentro de casa”. A lei foi sancionada no ano passado por Michel Temer e é comparada por Jair Bolsonaro às normas vigentes, hoje, na França. Segundo o presidente eleito, o país europeu está uma desgraça, justamente por ter aceitado a lei de migração que é semelhante à brasileira.

4- Multa para quem descumpre tabela do frete continua valendo

Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), revoga liminar que suspendia multas e punições para quem descumprisse tabela do frete. A revogação aconteceu depois de pedido enviado pela Advocacia Geral da União (AGU) ao ministro, nesta quarta-feira (12) e, com ela, o assunto só deve voltar a ser tratado em janeiro, já pela equipe do novo governo.

5- Onde estão os radares?

Prefeito Marquinhos Trad veta totalmente o projeto de lei que obrigava administração municipal a divulgar localização dos radares de Campo Grande (MS) em site institucional. A divulgação da lista de radares tinha sido aprovada na Câmara dos Vereadores. A justificativa é de que regras de trânsito são competência da União, e não do município. Procuradoria Geral de Campo Grande e Agetran também se manifestaram favoráveis ao veto total.

6- Mais um reflexo do reajuste nos salários de ministros do STF

Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul aplica aumento de 16,37% ao salário de desembargadores e juízes do estado. A partir deste mês, dezembro, magistrados passam a receber mensalmente mais de R$ 35.400. Antes, o valor pago como salário aos juízes e desembargadores de Mato Grosso do Sul ultrapassava os R$ 30 mil.

Escrito por

Jornalista e especialista em marketing digital, agora mergulho no universo radiofônico. Produtora do #CaféComBlink. No ar de 2ª a 6ª, a partir das 7h, na Blink 102. Amo colecionar histórias... Me conta a sua?!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

#Cabaré: Festinhas privê com famosos globais em Noronha

AO VIVAÇO

Safadão leva família inteira para Cruzeiro e deu treta!

AO VIVAÇO

Prêmio Blink de Criação Publicitária para Rádio, edição 2019

PRÊMIO BLINK

Saiba mais. José Loureto pede desculpas

ENTRETENIMENTO