Conecte com a gente

ENTRETENIMENTO

Às escolas: é PRECISO falar sobre suicídio

Apesar de nenhum estudo identificar a causa real do que leva jovens e crianças ao suicídio, muitas pesquisas recentes, nacionais e internacionais, apontam a relação entre o aumento do uso da internet  e o aumento no número de casos nesta faixa etária.

Em entrevista ao Café com Blink, os professores Alan Carvalho e Tiago Freire Sestari enfatizaram o papel do educador como, além de ponte para ensinar crianças e jovens a utilizarem a internet corretamente, também ponte entre alunos depressivos e/ou com tendências suicidas e os profissionais da área médica.

Eles explicam que o professor pode ser como “primeiros socorros”, já que está com os alunos no dia-a-dia e, na maioria das vezes, é capaz de notar mudanças de comportamento ou é, até mesmo, procurado pelos próprios estudantes.

Crianças e jovens podem manifestar problemas de diferentes formas e não apenas demonstrando estar tristes. Alan conta, por experiência em sala de aula, que a agitação também é um comportamento que deve ser observado. O professor explica que as escolas nas quais lecionou e leciona atualmente são escolas consideradas “afirmativas” quanto ao assunto, que trabalham inclusive, com o desenvolvimento de rodas de diálogos baseadas em princípios da Organização das Nações Unidas (ONU).

Como educadores e escolas podem atuar?

É importante destacar que professores e escolas podem (e devem), por exemplo:

  • Estar à disposição dos estudantes: é preciso falar sobre o assunto, é preciso expor o tema: “temos que nos livrar do preconceito de falar sobre suicídio”, defende Tiago.
  • Impôr regras e limites à esta disposição e esta ajuda;
  • Estimular participação dos estudantes na comunidade;
  • Aproximar estudantes e suas famílias.

“Ás vezes, a maior tecnologia pode ser uma tecnologia social – meios efetivos para que o ser humano se conecte à sociedade – pode surtir mais efeito do que a tecnologia hardware

A vida transformada em vídeo-game

Durante o bate-papo, também foi debatida a circulação de correntes pelas redes sociais e principalmente pelo whatsapp. Como professores, Alan e Tiago convivem com seus alunos recebendo correntes diariamente. Eles contam que, apesar de não serem mensagens críveis para muitas pessoas (principalmente para os adultos), o conteúdo recebido pode ser atrativo para crianças e jovens, inclusive por suprir necessidades básicas. “Essas correntes transformam a vida num vídeo game; inserem num grupo” e, por isso, convencem.

Importância da formação

Os educadores lembram do choque de gerações (entre geração completamente conectada e a geração anterior, que é a dos adultos). Para Alan, “a formação é um grande caminho” e, ao longo do tempo, professores precisam se preparar para conseguir usar a tecnologia de forma positiva e conduzir o aluno”. Ele diz que, hoje, a escola preza pelo aluno de forma integral e, “se quer fazer isso, se quer trabalhar com a educação no século XXI, precisa lidar com as habilidades sócio-emocionais”.

Alunos precisam aprender a usar a internet, professores precisam aprender a ensinar o motivo deste aprendizado

Tiago acredita que as crianças e jovens ainda não sabem usar a internet. E usam muito! Ouvir música e trocar mensagem no whatsapp durante a aula são grandes problemas. Por isso é necessário ensiná-los. “O professor às vezes só aponta que é errado, mas não ensina o aluno a entender o porque que aquilo o trabalha”, completa.

Assista à entrevista completa.

*Para atendimentos em todo o país, procure pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), através do nº 141

Escrito por

Jornalista e especialista em marketing digital, agora mergulho no universo radiofônico. Produtora do #CaféComBlink. No ar de 2ª a 6ª, a partir das 7h, na Blink 102. Amo colecionar histórias... Me conta a sua?!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Se liga. Ela é superior, sim!

VIVA+

Edital apoia projetos que combatem violência sexuais contra crianças e adolescentes

COLUNISTAS

21 MAI: #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

Você gostava da aula de educação física?

COLUNISTAS

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Posts recentes

Publicidade Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat