Conecte com a gente

VIVA VOZ

As polêmicas paredes de Bela Gil: rabiscar, pode ou não pode?

A internet é linda, não é mesmo?! Em mais um capítulo de desventuras online, Bela Gil é a bola da vez. Mais conhecida por seu programa de receitas bem natureba a culinarista e apresentadora compartilhou uma foto de seus filhos durante o feriado que realmente deu o que falar. A ideia era mostrar o pequeno Nino escorregando em um colchão junto de sua irmã, Flor, mas o que chamou atenção mesmo de muitas mães foram as paredes do quarto!

“Era uma das brincadeiras que mais amava fazer quando pequena. Agora são meus filhos! Nosso feriado foi assim”, afirmou Bela Gil na legenda da foto acima, em que Nino e Flor aparecem brincando em um quatro com as paredes completamente desenhadas e rabiscadas. Em apenas uma hora, mais de 20 mil likes e quase mil comentários, mas nem todos muito felizes. O que era para ser um post sobre um colchão, tornou-se um debate sobre paredes limpas ou não.

“Meu filho tem três anos. Eu também não deixo não, ele riscou o meu sofá e apanhou por isso. Ele precisa ter limites”, escreveu uma usuária do Instagram na foto da bela Gil. “Paredes não são feitas para riscar, e isso precisa ser dito para as crianças. Se gostam de desenhar, dê papel e lápis de cor, compre um quadro brando ou papel metro (pardo) e coloque colados em uma parede de escolha. Crianças precisam de limites e que os pais digam o que é certo e errado. Definitivamente riscar paredes não é certo!”, afirmou outra.

Teve gente também afirmando que uma parede como a da culinarista nunca vai ser uma realidade na própria casa, e outras que sentiram “desespero” só de olhar para o quarto. “Existem vários lugares para as crianças pintarem, desenharem. A criança precisa de liberdade, diversão, lógico. Mas existem regras, e temos que ensiná-las a viver com regras, porque a vida é assim, sociedade é assim, não porque são chatas, mas necessárias”, continua mais uma usuária que não apoia a ideia de deixar os filhos fazer o que eles querem.

Por outro lado, muitas mães amaram ver as paredes de Bela Gil e se sentiram até mesmo aliviadas porque elas mesmas têm paredes riscadas em casa. “Estou me sentindo mais tranquila depois de ver suas parede. As minhas aqui em casa são todas decorada por rasbico”, diz um comentário.

“Li cada comentario sobre as paredes que me doeu… Tenho uma criança de 3 anos em casa e ela fez algumas ‘artes’ na parede de minha sala; e o contrário do que foi comentado acima, sim, minha filha tem limites, sim, ela é educada, e, sim, ela está descobrindo um mundo novo, ela fez em um momento que eu estava trabalhando e o pai se desdobrando para estudar e cuidar dela; confesso que sofri no momento que eu vi e não, não dá para limpar com bucha, o pai tentou com a ajuda dela, explicamos que nao pode e ela entendeu”, desabafa uma mãe.

Quem apoia a atitude de Bela Gil afirma que o problema não é deixar as crianças desenharem nas paredes, mas, sim, deixar de ensinar que não é em qualquer parede que elas podem fazer os desenhos e rabiscos. “O problema é quando a criança acha que pode fazer em qualquer parede né? Seja em casa ou na casa de outras pessoas. Cada mãe sabe o modo como educa, mas manter a casa e parede limpas faz com que a criança seja um adulto mais consciente.”

“A parede do meu quarto era assim, toda rabiscada. Depois que pintamos, conversamos com a minha filha e ela entendeu numa boa, e as paredes nunca mais ficaram assim. Não vimos isso como algo grave. Passou a tinta, está nova”, disse outra usuária da rede social. “Parede riscada não me assusta nem um pouco gente! Me assusta a insegurança fora dessas paredes. Deixem que nossos filhos sejam felizes e ‘soltos’ enquanto crianças, depois essa fase vai passar, você pinta a parede e suas preocupações serão outras”, alertou mais uma mãe.

A discussão sobre o que é melhor para as crianças é grande. Há aquelas pessoas que acreditam que os filhos precisam viver em um ambiente livre para poder trabalhar a criatividade. Por outro lado, há quem ache melhor criar os filhos dentro de regras, para que eles estejam mais bem preparados para as regras que a vida em sociedade exige.

E aí, criançada rabiscando nas paredes, pode ou não pode?

fonte: delas.ig.com.br

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat