fbpx
conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

BLINK NEWS

Baixei o tinder! E agora?

Por Fatima Moura Quero paquerar por aplicativos ou pela internet e não sei como. O que fazer? Vamos lá! Pra começar, paquera não é caça É o início do contato com alguém do nosso interesse, que pode ter a ver conosco. Mesmo se acontecer através de aplicativos ou das redes sociais? Sim! Mas o risco de […]

Por Fatima Moura

Quero paquerar por aplicativos ou pela internet e não sei como. O que fazer? Vamos lá!

Pra começar, paquera não é caça

É o início do contato com alguém do nosso interesse, que pode ter a ver conosco. Mesmo se acontecer através de aplicativos ou das redes sociaisSim! Mas o risco de nos decepcionarmos quando escolhemos alguém de forma “aleatória” é maior, principalmente pela internet.

Então…

Antes de se cadastrar em todos os aplicativos de paquera, defina bem quem você deseja; que pessoa você está procurando. Pense em tudo: porte físico, características intelectuais… Tudo que te agradar. E lembre-se: nem todos os perfis podem ser verdadeiros. Então, atenção!

Quero paquerar virtualmente. Como faço?

1- Pesquise quais os melhores e mais confiáveis aplicativos ou sites;

2- Escolha fotos que sejam verdadeiras e que chamem a atenção. Capriche no visual;

3- Pense bem na sua descrição e evite mentir sobre quem você é. Uma hora, a sua paquera vai te conhecer pessoalmente.

4- Preste atenção ao conversar com o seu ou com a sua paquera virtual. Pela internet, é mais fácil seduzir (com palavras, inclusive!). Use palavras bonitas e seja gentil;

5- Não “abra a sua vida” logo de cara. Lembre-se que nem todas as pessoas estão online com os mesmos interesses que você.

6- Ao “conhecer” alguém, acompanhe também as redes sociais dele (a). Observe, por exemplo, se essa pessoa não tem como amigos apenas pessoas do sexo oposto. Analise também os comentários das fotos que ele (a) publica.

7- Saiba que você não é a única pessoa paquerando com quem está do outro lado da tela. Então, seja a melhor! Procure equilíbrio entre falar (escrever) e ouvir (ler) e não envie mensagens o dia inteiro. Mostre que você tem uma vida além da web. Ah, deixe o papo rolar naturalmente!

8- Chegou a hora do encontro! Marque em um lugar público e deixe a ansiedade de lado. Aproveite o momento, deixe que tudo flua naturalmente.

Fátima Moura é criadora do chá de lingerie e pioneira nos cursos de sensualidade. Capacitada em saúde e educação sexual pela Abrasex. É autora dos livros “Chá de Lingerie” e “Sexo para mulheres casadas”. Ministra cursos de striptease, lap-dance, paquera e conquista, pompoarismo, massagem sensual e stripdance.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pessoas estão lendo agora:

COLUNISTAS

Qual mulher não gostaria desse título? Ops! Vou explicar: estou falando em ”amante” no sentido: aquela que ama muito. E não aquela amante, tipo...

COLUNISTAS

Ainda hoje, para muitas mulheres (por mais moderna que seja), a primeira relação sexual dá um frio na barriga. Até porque é cercada de...

COLUNISTAS

Quando se fala em “fetiche”, as pessoas já pensam logo, em coisas bizarras… Grande engano. Você sabia que a palavra fetiche vem de feitiço,...

CAFÉ COM BLINK

Ação em prol do Cotolengo sorteia camiseta oficial do título da Libertadores. No nosso Estúdio o Diretor da Instituição Padre Valdeci Marcolino. Cotolengo Sul-Mato-Grossense...