Conecte com a gente

VIVA VOZ

Bate o sino pequenino: o natal e coisas que muitos odeiam mas não falam

Então, é natal! Que data festiva e maravilhosa é o nascimento do menino Jesus. Mas tem muita gente que não liga muito pra esse dia e inclusive odeia muito do que rola durante as festividades natalinas, você é uma delas?

Presentes. As lembranças de Natal deveriam ser entregues de coração aberto, sem pensar em algo em troca, mas você consegue mesmo fazer isso? No Natal, as pessoas se sentem na obrigação de retribuir os presentes recebidos e, muitas vezes, acabam dando coisas que não agradam aos presenteados. Sem contar, é claro, nos gastos para presentear todo mundo.

A obrigação de ser feliz. Nessa época do ano, a venda de antidepressivos aumenta em até 40%! Essa imposição da felicidade por parte da sociedade acaba incomodando pessoas que não estão passando por um bom momento da vida e que têm o direito de se sentirem mal. Sem contar, é claro, que o Natal também serve para nos lembrarmos do passado e de pessoas que não estão mais presentes, o que pode aumentar ainda mais a melancolia.

Músicas natalinas. “Então é Natal! E o que você fez? O ano termina. E nasce outra vez”. A versão da Simone para uma das mais famosas músicas natalinas já chapou há vários anos. E não só ela: nessa época tocam as mesmas músicas desde sempre, e muita gente não aguenta mais essa falta de novidades. E o pior é que elas são grudentas pra caramba.

Tradições. O Natal é uma das épocas do ano com a maior quantidade de simbolismos e rituais próprios, muitas vezes repetidos sem que as pessoas se deem conta de seus significados. E se você tenta acabar com o amigo secreto da família, por exemplo, você é visto como o Grinch encarnado ou o próprio filho do tinhoso. Por isso, muita gente participa dessas tradições natalinas sem saber o motivo.

Decorações de natal. Você gosta daquele bando de quinquilharia que passa o ano todo em caixas no fundo do armário? O senso estético de muitas pessoas é bastante bizarro, e elas não medem esforços para transformar a própria casa na filial de uma loja de departamentos barata. Isso sem contar as luzinhas que funcionam só pela metade, mas mesmo assim insistem em adornar as árvores das famílias.

Os excessos. Quantos quilos você engorda no final do ano? Toneladas! Sem contar os porres alcoólicos – tanto em casa quanto na festa da família –, o excesso de presentes, a gritaria, os primos de quinto grau que se sentem íntimos, as músicas chatas, enfim… a lista de excessos de final de ano é gigante, mas não dá para escapar de todos eles.

E você, o que mais odeia no natal?  Compartilhe conosco.

fonte: megacurioso.com.br

 

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat