Boa notícia: Casa autossuficiente fabricada com contêineres

Você já parou pra pensar o tão dependente de recursos naturais, uma casa comum é?

Bom vamos falar por cima: primeiro precisamos do sistema de água da concessionária, depois da distribuidora de energia. Se usado tijolos e concretos comuns na construção, também são materiais tóxicos ao meio ambiente, causando poluição antes mesmo da casa ficar pronta. Depois de pronta ainda temos que considerar o tratamento do esgoto, que precisa de uma rede especial que deve ser tratado antes de despejar nos rios novamente.

Bom, só aqui já listamos o quão prejudicial somos para o meio ambiente só pelo fato de ter uma casa comum. Mas a Rosie, uma neozelandesa corajosa resolveu vender sua casa e se mudar para um loteamento florestal lá na Nova Zelândia.

A área onde ela resolveu construir sua casa é composta por lotes protegidos e só pode ser construído em 5% de cada lote.

Outro detalhe é que não tem sistema elétrico, nem de água, nem de esgoto no local. Também é proibido poluir o local. Mas como então que ela fez tudo isso?

Bom o método de construção que ela usou foi o de contêineres. Sua casa é uma montagem de 5 contêineres de metal e é totalmente autossuficiente em água eletricidade, aquecimento e esgoto.

A casa possui 12 painéis solares que estão sempre voltados para o sol captando energia e armazenando em um sistema de baterias que fica em um dos contêineres separados da construção principal, nesse contêiner também há um sistema de armazenamento de água da chuva, com capacidade para 50 mil litros de água. O esgoto da casa é através de sistema de compostagem que pode lidar com o esgoto de uma família sem prejudicar o meio ambiente local.

A construção modular permite expansão caso ela decida ampliar a casa no futuro, e permite praticidade.

E você teria coragem em morar numa casa dessas?

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Gostaria de ser um parceiro @BLINK102FM? Ligue 67 3325 2444 - comercial@blink102.com.br