Boa notícia: Impressão 3D salva bebê em cirurgia

O pequeno Ryan nasceu com uma das suas artérias do coração com um defeito de estreitamento, e isso fazia com que o coração sentisse dificuldade em bombear o sangue para o corpo.

A cirurgia era extremamente complexa, e se basear somente em imagens para realizar o procedimento era arriscado demais. Primeiro que as imagens não dão detalhes exatos de como é dentro do coração. E segundo que o coração de um bebê é muito pequeno.

Para poder se preparar para o procedimento que deveriam fazer, a equipe médica do Ryan decidiu imprimir uma réplica do coração dele usando avançados softwares de computador e uma impressora em 3D de altíssima resolução para poder ver o coração e todas as suas cavidades antes de abri-lo, assim poderiam estudar a melhor abordagem na cirurgia.

Esse procedimento aconteceu no Rio de Janeiro e agora abre possibilidades para novas cirurgias de dificuldades semelhantes.

Com o modelo do coração em 3D em mãos, os médicos decidiram que o melhor caminho era um enxerto na aorta, e esse é um procedimento que demanda altíssima precisão.

Depois de 14 dias de internação na UTI após a cirurgia, Ryan foi liberado e o prognóstico é de uma vida normal, sem nenhuma sequela.

E aplausos para a medicina brasileira.

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Gostaria de ser um parceiro @BLINK102FM? Ligue 67 3325 2444 - comercial@blink102.com.br