Boa notícia: WI-FI para crianças estudarem, essa atitude pode fazer a diferença

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O cabeleireiro Juan Ramón Caballero, de 65 anos, abriu o sinal de Wi-Fi para crianças sem acesso à internet estudarem e assistirem aulas virtuais durante a pandemia em frente ao salão dele.

Ele diz que uma vizinha perguntou se poderia usar a internet do salão para estudar, e foi aí que outras crianças começaram a aparecer para também fazer seus deveres escolares online usando a internet dele.

Juan também deixa do lado de fora uma pequena mesa improvisada e tambores de plástico para as crianças sentarem enquanto estudam.

Os pais das crianças ficam muito agradecidos pela atitude dele. Agora o local é como se fosse um refúgio para estudar, frequentado todos os dias por diversas crianças.

Claro que gestos como esse fazem toda a diferença na vida dessas crianças.