fbpx

Casa da Mulher Brasileira completa 6 anos

E hoje pra falar sobre esse assunto temos um bate papo com a Sub-Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres Carla Stephanini.

Carla Stephanini é Advogada especialista em Gênero e Políticas Públicas, Ex-vereadora, ex-Deputada Federal pelo Estado de Mato Grosso do Sul e atualmente Sub-Secretária de Política Públicas para as Mulheres.

A Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande foi a primeira a ser inaugurada no Brasil, em 3 de fevereiro de 2015, reafirmando o pioneirismo do Estado de Mato Grosso do Sul nas políticas públicas de enfrentamento à violência contra as mulheres e iniciando um novo tempo de atendimento integral, humanizado e especializado às mulheres em situação de violência.

Atualmente, estão em funcionamento as Casas da Mulher Brasileira de Campo Grande (MS), São Luís (MA), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), São Paulo (SP) e Boa Vista (RR).

Em 2020, período atípico em vários pontos devido à pandemia, o número de feminicídios aumentou 120% em relação a 2019, em Campo Grande, com 11 mortes e uma elevação de 30% em todo o Estado. O dado revela a necessidade urgente de políticas públicas assertivas de enfrentamento à violência.

Casa da Mulher

O Estado de Mato Grosso do Sul e a sua capital Campo Grande destacam-se pelo seu pioneirismo nas ações públicas de enfrentamento. Campo Grande foi a primeira capital do país a receber a implantação da Casa da Mulher Brasileira – CMB – inaugurada em 03 de fevereiro de 2015, resultado da luta das mulheres brasileiras durante décadas, a fim de criar políticas públicas de enfrentamento a todas as formas de violência contra as mulheres, considerando que esse é um problema de toda a sociedade e seu enfrentamento é dever do Estado, conforme tratados internacionais assinados pelo Brasil.

Durante a coletiva de imprensa, a subsecretária de Políticas para Mulher, da Prefeitura Municipal, Carla Stephanini, falou sobre a trajetória da Casa da Mulher Brasileira: “O orçamento público quando destinado à política pública da mulher é o maior exemplo que um gestor pode dar do compromisso que tem”.

Em Campo Grande, conforme apresentação, 24,898 mil mulheres foram cadastradas como vítimas de violência na Casa da Mulher Brasileira; a faixa etária está compreendida, em sua maioria (56,7%), entre 21 e 40 anos.

com info’s: Assessoria

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Taylor Swift cancela shows no Brasil

Após meses de incerteza, a turnê “Lover Fest”, de Taylor Swift, acabou sendo definitivamente cancelada. A informação foi compartilhada em nota, escrita pela própria artista, no

Leia mais »