De Campo Grande para o mundo!

Yeltsin volta para casa com 2 ouros e um lema: “Não desistam de seus sonhos”.

Fundista campeão paralímpico em Tóquio nos 1.500 e 5.000 metros da classe T11, voltada para atletas com cegueira total, Yeltsin é saudado como merece em seu retorno para casa. Além de duas medalhas de ouro no peito, ele traz do Japão um lema na cabeça, que faz questão de reproduzir aqui.

Na edição deste ano dos Jogos Paralímpicos, o Brasil conquistou 22 medalhas de ouro, quatro delas de sul-mato-grossenses. No salto em distância, Silvânia Costa, de Três Lagoas, foi a dona de uma delas. Na canoagem, o Itaquiraiense Fernando Rufino foi responsável por outro ouro, com Yeltsin fechando o quadro com duas douradas.

A primeira medalha de ouro de Yeltsin veio nos 5.000 metros, prova que ele concluiu em 15min13s62. O título veio justo no dia do aniversário de Campo Grande, 26 de agosto, fato este muito celebrado na cidade.

Já a segunda medalha de ouro veio dias depois com recorde mundial. Jacques terminou a prova com o tempo de 3min57s60 e conquistou a 100º medalha de ouro brasileira nas Paralimpíadas, cravando seu nome na história. Com informações do Campo Grande News.

E aí? O que acha do assunto? Comente!

A Barbie do Grau

“Barbie do Cerrado”, “Barbie da bike Rosa”, “Loira do grau”. Esses foram alguns dos apelidos que a estudante Thamires Souza Oliveira, de 16 anos, moradora

Leia mais »

Gostaria de ser um parceiro @BLINK102FM? Ligue 67 3325 2444 - comercial@blink102.com.br