Conecte com a gente

DESCUBRA

Descubra: Zé Neto e Cristiano – FERIDA CURADA

Letra:

Tão cheia de certeza, você duvidou
Que não existia mais resquícios de amor
Saiu perdida na vida, ficando por ficar
E não contava que a saudade ia te encontrar

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

Tão cheia de certeza, você duvidou
Que não existia mais resquícios de amor
Saiu perdida na vida, ficando por ficar
E não contava que a saudade ia te encontrar

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

ocê é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

Tão cheia de certeza, você duvidou
Que não existia mais resquícios de amor
Saiu perdida na vida, ficando por ficar
E não contava que a saudade ia te encontrar

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

ocê é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

E agora tá aqui
Mas fiquei sem você e me acostumei
Pensei que quando te encontrasse
Ia tremer, mas eu nem balancei

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada

É que o frio na barriga, a saudade esquentou
O amor que tinha, a distância zerou
Não sobrou nada
Você é a minha ferida curada
Preocupa não que essa dor aí logo passa

Composição: Rodrigo Reys / Willian Santos
Artista: Zé Neto e Cristiano
Música: Ferida Curada

Escrito por

Acreditar no melhor da vida e ter valores bem definidos para saber vivê-los. Mesmo assim ser dócil e gentil com dias difíceis e nunca esmorecer. Assim busco a felicidade e compartilho minha vida. Seja bem-vinda(o) aos meus conteúdos e conte comigo!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Veja e se surpreenda como ele cresceu!

ENTRETENIMENTO

Feriadouuu!

AO VIVAÇO

PODCAST: 42 anos de MS!

CAFÉ COM BLINK

A alta tecnologia do pão de Santo Antônio

COLUNISTAS