Conecte com a gente

VIVA VOZ

E quando a admiração se transforma em obsessão?

O recente caso envolvendo a apresentadora Ana Hickmann reacendeu uma questão: até que ponto a admiração por alguém acaba se caracterizando como obsessão e tomando contornos malignos?

Pra você que não acompanhou a notícia, no sábado, 21, a modelo e apresentadora sofreu um atentado em um hotel onde estava hospedada em Belo Horizonte. Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, rendeu o cunhado da apresentadora e entrou no quarto dela. Lá, disparou tiros que atingiram a assessora de Ana Hickmann. O cunhado da apresentadora, que é marido da assessora, entrou em luta corporal com o homem e deu dois tiros que acabaram matando o homem. Rodrigo foi apontado como fã da apresentadora e mostrava sua obsessão por ela em um perfil no Instagram.

Não entraremos aqui no mérito do delírio e nem de algum transtorno psicótico que muito provavelmente acometia Rodrigo, mas tentaremos, sim, trazer para a vida de cada um de nós, o que uma eventual admiração exagerada pode acarretar em nossas vidas. Qual a diferença entre dedicação e obsessão, admiração e idolatria?

Há pessoas que admiram exageradamente astros da música, celebridades e acabam inclusive se prejudicando pessoalmente por conta deste tipo de sentimento, aparentemente incontrolável. É fato que estamos mais suscetíveis a esse tipo de comportamento quando somos adolescentes e ainda muito jovens  e nossas paixões parecem sempre serem as maiores do mundo, assim como nossas dores as piores, mas é preciso ficarmos atentos se ao decorrer da vida adulta esse tipo de sensação ainda persistir.

Nesse caso, denota-se uma dificuldade de assumir-se como um ser único, independentemente do ídolo.E squecer-se de si e ficar sempre na rabeira de alguém, de uma tribo. No fundo, é uma fuga de si mesmo, da angústia de ter que fazer suas próprias reflexões e escolhas”, explica Miguel Perozza, professor de Psicologia da Adolescência da PUC-SP. (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo).

O que você pensa a respeito de pessoas que são fãs e idolatram artistas ao ponto de persegui-los? Você já teve alguma paixão semelhante?

fonte: delas.ig.com.br e noticias.universia.com.br

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

WhatsApp chat