É urgente uma economia digital sustentável?

Um vírus que se espalha como um vírus de computador. Não deixa de ser irônico o que fez o COVID-19 com nossas vidas. Ele é um vírus, nos infectando e nos matando, e de alguma forma faz um trabalho parecido com os vírus que circulam em computadores e que tentam invadir e destruir o sistema. O vírus da realidade fez do mundo um lugar ainda mais interconectado e digitalizou as demandas.
O que sabemos é que em um momento ou outro esse vírus não estará mais entre nós com a mesma força, mas nossos velhos problemas não desapareceram, ao contrário, parece que eles só pioraram. Um desses problemas é o nosso meio ambiente. Já assistimos catástrofes climáticas sem precedentes esse ano no Brasil. O Pantanal ardeu em chamas e os animais que habitam a região tentavam fugir desesperados. A floresta amazônica sofre com desmatamentos, roubo de madeira, garimpos ilegais e dizimação dos povos originais. As temperaturas no mundo batem recordes negativos e positivos. O cenário é tenebroso e não é por que fechamos os olhos ou olhamos de forma caolha pra os problemas que eles desapareceram.

Reprodução: The New York Times

Com a economia ficando cada vez mais digital é preciso pensar de forma urgente no impacto social e ambiental dessa mudança e estabelecer as parcerias necessárias para criar uma economia digital sustentável. Um bom exemplo é que as pessoas têm confiado cada vez menos nos governos. Americanos que vivem no norte já não confiam que seus governantes vão fazer algo realmente concreto para frear as mudanças no clima do planeta.

Reprodução: IPSOS

Os que vivem no sul vão vendo as políticas de proteção do meio ambiente sendo descontruídas e substituídas. Mas os consumidores continuam atentos no mundo inteiro. Eles sabem cada vez mais que o futuro depende do comportamento das marcas em relação a essa demanda. A sustentabilidade e a defesa intransigente do meio ambiente serão pilares em um futuro bem próximo. São esses valores que as empresas precisarão comunicar para receber apoio dos consumidores.

Leia o conteúdo aqui.

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Gostaria de ser um parceiro @BLINK102FM? Ligue 67 3325 2444 - comercial@blink102.com.br