fbpx

Equilíbrio é FUNDAMENTAL para um relacionamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Porque não posso ser nem 8 e nem 80?

Antes de mais nada, vamos começar definindo o que é ser “meio-termo”: é estar na metade do caminho; ter uma atitude moderada e é, também, o equilíbrio entre as duas partes do relacionamento. Ser “meio-termo” é fundamental para uma relação saudável e equilibrada e inclui, principalmente, respeitar a individualidade um do outro. Por isso, você não pode ser nem 8 e nem 80. 

Temos que buscar o equilíbrio, sempre! E lembrar que cada situação é unica: em alguns momentos, um vai ter que ceder mais do que o outro. Isso é normal e saudável, mas atenção para o respeito. Tem que ser mantido o tempo todo, mesmo que haja discordância; mesmo que não concordemos 100% com a atitude ou com o comportamento do outro.

Você não pode ser nem 8 e nem 80 porque chegar a um consenso é legal. Sério!

Para um bom relacionamento, além de respeitarmos a própria individualidade, precisamos descobrir a reciprocidade e estarmos atentos à ela. Respeitar a individualidade quer dizer continuar sendo uma pessoa inteira e permitir que o outro também seja; com gostos próprios e também com limites. Descobrir a reciprocidade é aceitar que deve haver, entre as duas pessoas da relação, uma troca verdadeira e feita com determinação.

Não é fácil construir um relacionamento saudável, mas esta construção é muito gratificante. Poder se doar e também receber; compartilhar; sentir que há crescimento interior dos dois lados e, no final, encontrar tranquilidade. Tudo isso sem perder a sua essência e o respeito.

Atenção!

Uma pessoa que só pensa em si mesma, pode gerar sérios problemas em um relacionamento, principalmente na administração do dia a dia, e levar tudo ladeira abaixo. Atitudes egoístas acabam afastando o outro e o fazendo sentir desrespeitado.

Como conquistar o equilíbrio?

Não tem segredo: muita paciência e muito diálogo.

Fátima Moura é sexóloga, criadora do chá de lingerie e pioneira nos cursos de sensualidade. Capacitada em saúde e educação sexual pela Abrasex. É autora dos livros “Chá de Lingerie” e “Sexo para mulheres casadas”. Ministra cursos de striptease, lap-dance, paquera e conquista, pompoarismo, massagem sensual e stripdance.

E aí? O que acha do assunto? Comente!

As prateleirinhas

Ideia boa quando brota na cabeça, desce pelo braço, como quem vai para as pernas, desembarca na mão, vira rabisco e nasce em forma de

Leia mais »
As paredes têm ouvidos

As paredes têm ouvidos

São vinte anos olhando para você desse mesmo lugar. Um privilégio porque daqui pude assistir seu repouso tranquilo e imaginar seu sonho que vez ou

Leia mais »
Quem sabe hoje...

Quem sabe hoje…

Ouvir dizer que a palavra Beleza vem do hebraico e quer dizer “Onde Deus Brilha”. Achei poético para começar a contar sobre o dia que

Leia mais »
PRIMEIRO OUÇA, DEPOIS LEIA

PRIMEIRO LEIA, DEPOIS OUÇA…

Leia, depois ouça…Do-Ré-Mi-Fa-Fa-Fa Declarei minha independência ou morte por volta dos dezessete anos. Na força dessa idade, fui morar no fundo do terreno da casa

Leia mais »

Assine nossa newsletter e receba tudo primeiro!

Não mandamos spam e nem divulgamos seu e-mail! Apenas enviamos mediante sua autorização.