Associação de escolas particulares diz que ainda é difícil alunos voltarem para sala de aula em MS;

Hoje (13), no Café com Blink o bate papo foi com A PRESIDENTE DO SINEPE MARIA DA GLÓRIA PAIM BARCELLOS.

O governador Reinaldo Azambuja e o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad devem se reunir com o ministro da Saúde Nelson Teich para definir se Mato Grosso do Sul poderá retornar às aulas presenciais após o dia 21 de maio, quando acaba o recesso escolar. A informação foi repassada na segunda-feira (11) pelo prefeito de Campo Grande durante transmissão ao vivo.

Nas redes sociais, Marquinhos revelou que teve reunião nesta segunda com secretário municipal de Saúde, de Educação e com a presidente do Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particulares de Mato Grosso do Sul) Maria da Glória Paim Barcellos para discutir a possibilidade do retorno.

A presidente informou que as escolas seguem as recomendações das autoridades, que a vida das crianças deve ser respeitada, mas que muitas escolas vão falir e que muitos funcionários podem ser demitidos caso as aulas não retornem. “Muitos pais estão cancelando as matrículas, tirando os filhos das escolas. Nós não queremos demitir, estamos fazendo de tudo para mantermos os colaboradores, mas precisamos voltar”, disse.

*com informações do midiamax

Deixe um comentário