Conecte com a gente

COLUNISTAS

Existe luz numa gota de suor

Sei bem que fantasmas odeiam esteiras e imagino que deve ser por conta do suor. Tenho irritado alguns deles porque voltei a malhar, alongar tendões e colocar ordem nesse corpinho num estúdio bem charmoso. No primeiro dia éramos eu, um rapaz e uma moça, revezando o silêncio dos movimentos repetidos.

Ela era loira, jovem e linda. Deitada no colchonete, cotovelos no chão e barriguinha suspensa, contava baixinho uma série de números, fazendo uma força do Thor para conseguir equilíbrio e tentar controlar o tempo para que aquilo terminasse logo. Seu suor corria bonito.

Quando passei e vi seu sofrimento para tentar fazer o tempo passar mais rápido, sorri com os olhos e ela respondeu – falta 90! Pensei que deveria ser 90 segundos para que conseguisse algo ali, que não me cabe saber o que é. Só que, como falo mais que a boca, não aguentei e me meti na vida dela.

Ao invés de contar e correr o tempo para frente, por que você não respira fundo e vê o que acontece no seu corpo nesse momento aí… será que tremer assim é gostoso?  Onde tenciona mais? Focar nisso não seria melhor do que ficar nessa pira de antecipar o tempo?

Ela me olhou com um certo “como eu não pensei nisso antes”, respirou fundo, parou de contar, ficou quietinha num rosto que recebeu alívio. Deve ter descoberto alguma coisa com isso, que também não me cabe adivinhar. Fim de treino. 

Sai dali com uma sensação misturada de orgulho e esquisitice, porque sei o quanto gosto de falar, sem parar, quando sou ouvida.  Quando acontece algo como hoje então, a vaidade me engole. Imagina o prazer de ter achado a palavra certa, na hora certa e na vida alheia. Prato cheio. Fui atrás de entender. 

Como nesses dias ando com a impressão que anjos têm falado comigo pelo Youtube, não é que hoje apareceu o vídeo “ Tao – o silêncio sagrado”. Parei para assistir e senti um flechada direto na corda vocal. Deveria ser a resposta para a estranheza de ter falado sem parar na cabeça daquela moça, enquanto deveria estar na minha esteira, percebendo por onde corre o suor que espanta os meus fantasmas.

Da próxima vez vou tentar contar até 90! Talvez até 180! Segundos.

Escrito por

Linda Raquel Benitez é uma brasileira campo-grandense. Empresária, e estudante de filosofia, é produtora cultural e design de eventos, há 20 e poucos anos na estrada. Formada em buscar um jeito mais leve de ver a vida, sua especialização é falar sem parar. Desde o ano passado, decidiu escrever e assumir suas crônicas para o mundo.

8 Comentários

8 Comments

  1. Luis Eduardo

    12/04/2019 em 11:59

    Adoro teus textos !!!

    • linda

      12/04/2019 em 15:00

      Que beleza ler isso!! 🙂

  2. Eloisa

    12/04/2019 em 13:05

    Bom texto👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽

    • linda

      12/04/2019 em 15:00

      Obaaa 🙂

  3. Marcia

    12/04/2019 em 14:09

    Salve Linda!

  4. zoe

    12/04/2019 em 20:21

    Demais, Linda, como sempre. Vc tem o dom da palavra.

  5. Rosa

    25/04/2019 em 22:31

    Linda , Linda em tudo faz 😘 Amiga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Blink102

Posts recentes

Blink102
Publicidade Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat