Conecte com a gente

BLINK NEWS

Feirão do Imposto: Gasolina, Medicamentos e Serviços serão vendidos com dedução de tributos em MS

Mato Grosso do Sul participa neste sábado (21) do Feirão do Imposto, movimento nacional, coordenado pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), que será um dia de conscientização com várias entidades ligadas ao comércio e serviços, onde produtos e serviços serão comercializados e os impostos incidentes serão subsidiados pelos estabelecimentos, com valor real de mercado [...]

Mato Grosso do Sul participa neste sábado (21) do Feirão do Imposto, movimento nacional, coordenado pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), que será um dia de conscientização com várias entidades ligadas ao comércio e serviços, onde produtos e serviços serão comercializados e os impostos incidentes serão subsidiados pelos estabelecimentos, com valor real de mercado como forma de conscientização.

Com o tema neste ano “Bumerangue do Imposto, o único que vai e não volta!”, o objetivo principal trazer à tona a pauta da ata carga tributária imposta pelos governos federal, estadual e municipal em 24 unidades da federação, e mais de 100 cidades pelo país, mostrando a população o quanto ela paga de impostos em cada produto.

10 mil litros de gasolina por R$ 1,990

Em Campo Grande (MS) serão ofertados 10 mil litros de gasolina com a dedução dos impostos, que no caso específico é de 40,4 % agravada pelo aumento da pauta fiscal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o valor de R$ 3,349 por litro passará a R$ 1,990. A venda será limitada a 15 litros por veículo, o que beneficiará em média 334 consumidores e representará uma economia de quase R$ 21,00 por pessoa. O benefício será oferecido no Posto Biondo & Cia, localizado na Rua Eduardo Santos Pereira, 601 esquina com a Rua Padre João Cripa no bairro Monte Castelo e no Auto Posto Shiraishi 5, situado na Avenida Júlio de Castilho 3.420 (esquina com Rua Yokohama). O pagamento será exclusivamente em dinheiro.

De acordo com o presidente do Conselho dos Jovens Empresários da Associação Comercial (CJE-ACICG) e coordenador do Feirão do Imposto, Marcos Silva, serão distribuídas senhas a partir das 6h e o abastecimento estará liberado a partir das 7h30, nos dois postos participantes do Feirão.

Medicamentos genéricos sem impostos

Cerca de 500 medicamentos genéricos também serão vendidos sem impostos no bairro Coophavila II, na Drogaria América, localizada na Rua da Península, nº 824 e Farmais, situada na Rua da Península, nº 626. O atendimento será das 7h às 22h. O preço de venda, com a dedução dos tributos chegará até 46% de redução do valor normal. Não há limite de quantidade por pessoa, os produtos serão comercializados enquanto durarem os estoques.

“Estamos tentando que o governo reduza a carga tributária de medicamentos para facilitar o acesso de fármacos à população. Estou me unindo à Campanha com o propósito de despertar na sociedade o senso crítico sobre os altos impostos”

afirma o empresário Lodomilson Alexandre, proprietário das farmácias participantes do Feirão.

Autoescola com aulas práticas com redução de 51%

Aulas práticas de direção em motos e carros também serão ofertadas pela autoescola Primeira Opção, situada na Rua 13 de Maio, 3075, no centro da Capital.  De R$ 65,00, cada aula para automóvel sairá por R$ 31,85. No caso de aula para moto o valor passa de R$ 55,00 para R$ 26,95, uma redução de 51%.  O atendimento será das 7h às 18h, com distribuição de senhas para aquisição no dia.

Detalhes sobre o feirão do imposto

Nacionalmente o Feirão do Imposto é incentivado pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (CONAJE) e ocorre simultaneamente em diversas cidades do Brasil. Em Mato Grosso do Sul a iniciativa é das entidades jovens empreendedoras e empresariais Conselho dos Jovens Empresários da Associação Comercial de Campo Grande (CJE-ACICG), Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Campo Grande (CDL Jovem CG), Associação dos Jovens Empreendedores de Mato Grosso do Sul (AJE-MS) e conta com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul (Sinpetro/MS).

Para o presidente da CDL Jovem Campo Grande, Felipe Todesco, o Feirão do Imposto busca mostrar à sociedade que quase metade do preço de produtos e serviços se deve em razão da alta carga tributária imposta aos contribuintes.

“Uma sociedade conscientizada poderá cobrar de seus representantes o retorno dos impostos que todos nós pagamos diariamente. Isso pode fazer com que o governo entenda a necessidade de diminuir os seus gastos, ao invés de elevar ainda mais a carga tributária paga pela população”

151 dias de trabalho para pagamento de impostos

Em 2015, os brasileiros trabalharam 151 dias, exclusivamente, para pagar impostos. Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), a alta carga tributária consome mais de 40% de tudo que é produzido no Brasil. Este ano, todo o salário que o contribuinte receber até o fim deste mês servirá para pagar impostos. O Brasil aparece em oitavo lugar em uma lista produzida pelo Instituto que aponta a quantidade de dias de trabalho necessários por ano para pagar impostos em 28 países.

Já o Coordenador Nacional Adjunto do Feirão do Imposto, Rodney Júnior, destaca que esse ano o foco da campanha estará no pouco retorno do valor recolhido através dos impostos pagos pela população brasileira. Cita, ainda, que haverá, em 21 estados do Brasil, uma força tarefa mobilizada para estruturar e apoiar o MPF na campanha “10 Medidas Contra Corrupção”, cujo objetivo é, também, combater a ineficiência da gestão pública e as despesas públicas elevadas, dois dos grandes gargalos que consomem recursos da população.

“Em decorrência desse cenário, nossa campanha se propõe a dar ênfase para o retorno dos impostos pagos, bem como destacar o destino dos recursos públicos no Brasil. Somos terminantemente contra o aumento de impostos e, nos últimos anos, temos protestado para que o governo crie alternativas para superar o déficit financeiro que não seja o aumento na carga tributária, que por si só gera queda nos investimentos e na arrecadação, impactando no fechando de empresas, e no aumento do desemprego”

destaca Rodney Júnior.


Câmara de Dirigentes Logistas de Campo Grande

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

10 JUN: #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

27 MAI: #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

PODCAST: Feirão do Imposto.

CAFÉ COM BLINK

22 MAI: #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Blink102

Posts recentes

Blink102
Publicidade Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat