Conecte com a gente

BLINK NEWS

Gasolina chega a custar R$ 3,83 no interior do Estado

Enquanto a gasolina em Campo Grande chega a custar R$ 3,49 o litro, dependendo do local, os moradores do interior sofrem com os preços que são em média, 9% mais caros que por aqui. Exemplo disso é Corumbá, onde o preço do derivado do petróleo custa, em média, R$ 3,83 o litro, um dos mais [...]

Enquanto a gasolina em Campo Grande chega a custar R$ 3,49 o litro, dependendo do local, os moradores do interior sofrem com os preços que são em média, 9% mais caros que por aqui.

Exemplo disso é Corumbá, onde o preço do derivado do petróleo custa, em média, R$ 3,83 o litro, um dos mais caros encontrados em Mato Grosso do Sul.

Esses valores ainda não receberam o último reajuste na pauta do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de 25% sobre o valor da gasolina, que começou a valer desde o último dia 16. Ou seja, se esse aumento for repassado para o consumidor, a gasolina deve ficar ainda mais cara.

O mesmo acontece em outros municípios do Estado, como Dourados, onde o preço mais barato encontrado é de R$ 3,59. Já em Ribas do Rio Pardo, o valor mais caro do litro da gasolina encontrado, foi o de R$ 3,68.

Os consumidores de Três Lagoas pagam aproximadamente R$ 3,78 pela gasolina.

Segundo pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), realizada no período de 8 a 14 deste mês, o preço mais alto praticado no município era R$ 3,896, sendo que a média era R$ 3,771.

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

PODCAST: Vôlei do MS na Primeira Divisão do Brasileiro

CAFÉ COM BLINK

PODCAST: Editais de cultura para Campo Grande

CAFÉ COM BLINK

PODCAST: Economia do MS perde “fôlego”

CAFÉ COM BLINK

PODCAST: 42 anos de MS!

CAFÉ COM BLINK