Greta Thunberg ganha documentário no Festival de Veneza

Greta Thunberg ganha documentário no Festival de Veneza
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

“Sou Greta”

Greta Thunberg se considera, tímida e nerd. É o que revela o documentário apresentado no Festival de Cinema de Veneza, feito pelo sueco Nathan Grossman.

Ele fez a trajetória da jovem desde 2018 quando Greta iniciou uma greve estudantil pelo clima em frente ao Parlamento do seu País.

O documentário traz imagens de manifestações, marchas e encontros que a “Grande pequena mulher” realizou em sua jovem vida. Figurões como o Papa Francisco e o Presidente Francês Emmanuel Macron, estão no vídeo que contrasta com as cenas da vida simples de Greta. O dia-a-adia da menina em seu quarto, na cozinha e até mesmo o momento que ela faz um bolo para sua mãe será apresentado aos fãs.

Grossman, que disse ter conseguido fazer imagens desde o primeiro dia por pura sorte, revelou que demorou “vários meses” para perceber o carisma e a amplitude da mobilização para o clima que a jovem tinha gerado. 

Entrevistada pela mídia de todo o mundo, com mais de 4 milhões de seguidores no Twitter, a jovem com tranças loiras agora quer que a mídia se concentre menos nela e mais no clima. No filme, em que mostra força de vontade, a jovem, que sofre da síndrome de Asperger, também revela suas frustrações, medos e desânimos.

Ver essa foto no Instagram

Great to be on the road again! Heading for Hamburg and beyond…

Uma publicação compartilhada por Greta Thunberg (@gretathunberg) em

Dois anos após o início da mobilização, em um mundo abalado pelo coronavírus, Greta Thunberg voltou às aulas, embora garanta que continuará lutando contra as mudanças climáticas. 
Eu já quero ver e você?

Com info’s: MSN Cinema