Conecte com a gente

VIVA+

Le peti peti polá! De qual brincadeira você sente falta?

Ahhh só de ler o título da matéria já vem um clima de saudade dos tempos em que a nossa preocupação eram as tarefas escolares e as dores dos ralados que conseguíamos durante o dia. Como em toda sexta-feira o clima de nostalgia veio forte no Viva+ e o tema foram as brincadeiras da infância.

Para te deixar com a saudade que a gente ficou, separamos algumas brincadeiras e suas regras para, quem sabe, você matar as saudades durante o fim de semana:

Amarelinha:

Com o auxílio de uma pedrinha a criança deve jogar na casinha do número 1 da Amarelinha e não poderá pisar nesta casinha quando estiver atravessando o caminho. Quando retornar aí sim deverá pegar a pedrinha. Esta brincadeira que também é um jogo vai trabalhar também a sequência numérica, pois sempre terá início no número 1, depois o número 2 e assim por diante até o 10. Caso a criança se desequilibre ou pise nas linhas, deve retornar para o começo. o equilíbrio ou pisar nas linhas, volta para o começo. O vencedor é aquele que conseguir marcar primeiro as 10 casas.

Passa anel:

A brincadeira inicia com uma criança ficando com o anel entre suas duas mãos e as outras crianças ficam sentadas com as palmas das mãos unidas. A criança com o anel passa suas mãos pelas mãos das outras crianças e solta o anel nas mãos de uma delas, sem que as outras percebam. Ao final a criança que estava passando o anel escolhe uma das crianças que estavam brincando com quem ela acha que está o anel. Se a criança acertar, será a próxima a passar o anel; se errar, passará o anel quem a criança que tiver recebido.

Batata quente:

Começa a brincadeira e o objeto escolhido para ser a batata quente (normalmente uma bolinha) vai passando de mão em mão na roda enquanto a pessoa que está de fora vai cantando: “batata quente, quente, quente, …, queimou!”. A criança que estiver com a bola no momento do ‘queimou’ sai da brincadeira. E assim, segue a brincadeira até sobrar apenas uma criança que será a vencedora.

Pega-pega

Uma das crianças é escolhida ou sorteada para ser o pegador e a brincadeira tem início. O pegador tenta através de apenas tocar o amigo mais próximo ou que estiver mais fácil de ser apanhado. Uma vez que o apanhador encostou em alguém, dizemos que ele “pegou” e então este que foi apanhado se torna o próximo pegador e assim sucessivamente. Antigamente era comum as crianças fazerem uso do chamado “pique salva”, que era um lugar qualquer escolhido por todos como o lugar onde o pegador não pode pegar, ou seja, um lugar seguro mais usado para as crianças descansarem e se salvarem por um tempinho do pegador.

Adoleta

Dentre a variedade de brincadeiras de antigamente realizadas com as mãos, uma das mais famosa, se não a mais, é a Adoleta . Vamos recordar a canção da adoleta? “A-do-le-tá, Le-pe-ti pe-ti-pe-tá, Le café com chocolá, A-do-le-tá; Puxa o rabu do tatu, quem saiu foi tu..!” A brincadeira inicia-se bem devagar e vai aumentando sua velocidade, as crianças brincam muito nas escolinhas e adoram!

E aí, bateu a saudade? Você tem um fim de semana inteiro para recordar, que tal juntar os amigos de infância e recordar o passado com boas risadas?

Escrito por

Jornalista e especialista em marketing digital, agora mergulho no universo radiofônico. Produtora do #CaféComBlink. No ar de 2ª a 6ª, a partir das 7h, na Blink 102. Amo colecionar histórias... Me conta a sua?!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Atenção Fãs de Harry Potter!

ENTRETENIMENTO

Vazamentos da Lava Jato

CAFÉ COM BLINK

“Me sinto muito enojada”

ENTRETENIMENTO

Que mulherão da p**

ENTRETENIMENTO

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Blink102

Posts recentes

Blink102
Publicidade Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat