fbpx

MANDA PRA GENTE! Buscamos projetos e pessoas que possam mudar a educação no MS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O jornalista e especialista em educação, Caio Dib, entra numa busca junto com a Blink 102! Queremos encontrar mais pessoas e mais projetos capazes de transformar a realidade da educação em todo o Mato Grosso do Sul. Conhece? Manda pra gente!

Há quase quatro meses, compartilho boas notícias da educação do Estado aqui na Blink News. São professores que querem fazer de suas aulas momentos extraordinários de descoberta e criação para seus alunos. Também compartilhei dicas de grupos e organizações que apóiam jovens e professores nos seus sonhos e em outras oportunidades. Quero mostrar que existe sim muita coisa boa acontecendo no MS e que podemos fazer uma educação mais interessante e significativa para garotos e garotas das várias realidades do Estado. Precisamos destacar essas iniciativas para evitar que jovens abandonem a escola e potencializar as oportunidades de entrarem no ensino superior e realizarem seus próprios projetos. Para continuar apoiando essas iniciativas, peço que compartilhe as dicas de pessoas e projetos do MS que mudam a educação do seu bairro ou da sua comunidade.

Assinado, Caio Dib

Pra onde enviar? Escreve pro Caio! caiodib@caindonobrasil.com.br

 

E aí? O que acha do assunto? Comente!

As prateleirinhas

Ideia boa quando brota na cabeça, desce pelo braço, como quem vai para as pernas, desembarca na mão, vira rabisco e nasce em forma de

Leia mais »
As paredes têm ouvidos

As paredes têm ouvidos

São vinte anos olhando para você desse mesmo lugar. Um privilégio porque daqui pude assistir seu repouso tranquilo e imaginar seu sonho que vez ou

Leia mais »
Quem sabe hoje...

Quem sabe hoje…

Ouvir dizer que a palavra Beleza vem do hebraico e quer dizer “Onde Deus Brilha”. Achei poético para começar a contar sobre o dia que

Leia mais »
PRIMEIRO OUÇA, DEPOIS LEIA

PRIMEIRO LEIA, DEPOIS OUÇA…

Leia, depois ouça…Do-Ré-Mi-Fa-Fa-Fa Declarei minha independência ou morte por volta dos dezessete anos. Na força dessa idade, fui morar no fundo do terreno da casa

Leia mais »

Assine nossa newsletter e receba tudo primeiro!

Não mandamos spam e nem divulgamos seu e-mail! Apenas enviamos mediante sua autorização.