Conecte com a gente

BLINK NEWS

Pré-matrícula na rede estadual será realizada pela internet nas unidades urbanas

A Secretaria de Estado de Educação começou, na manhã desta segunda-feira (23), o período de pré-matrículas para alunos do ensino Fundamental e Médio que procuram mudar de escola ou frequentar pela primeira vez a rede estadual de ensino. Este ano, o processo será feito 100% através da internet, com o objetivo de agilizar o trabalho. No entanto, [...]

A Secretaria de Estado de Educação começou, na manhã desta segunda-feira (23), o período de pré-matrículas para alunos do ensino Fundamental e Médio que procuram mudar de escola ou frequentar pela primeira vez a rede estadual de ensino.

Este ano, o processo será feito 100% através da internet, com o objetivo de agilizar o trabalho. No entanto, a secretária de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, ressalta que apenas as escolas localizadas na área urbana dos 79 municípios contam com o sistema eletrônico. Por isso, nas 17 escolas da área rural e indígenas, a pré-matrícula é necessariamente presencial.

Os sites que devem ser acessados por quem deseja efetuar a pré-matrícula pelo sistema digital são: www.sed.ms.gov.br e www.matriculadigital.ms.gov.br. Ao efetuar o processo, uma senha será gerada. Ela deve ser guardada até janeiro, quando haverá o período de confirmação.

A pré-matrícula acontece até o dia 8 de janeiro. Para quem perder esse prazo, há uma nova chance entre os dias 10 e 22 de janeiro.

O acesso pode ser feito a qualquer hora, de qualquer lugar, utilizando um computador, tablet ou smartphone. Quem encontrar dificuldades ou tiver dúvidas quanto ao processo ou não tiver acesso a internet, deve entrar em contato através do telefone da central de atendimento, o 0800-647-0028. Apenas em último caso as secretarias das escolas urbanas devem ser procuradas para a realização da pré-matrícula.

Para realizar a matrícula, o candidato deverá apresentar, na secretaria da escola para qual foi designado, os seguintes documentos:

– cópia da certidão de nascimento, casamento ou documento de identidade;
– guia de transferência e histórico escolar (quando necessário);
– comprovante de residência;
– carteira de trabalho (se o aluno for trabalhador);
– inscrição no Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), caso o candidato informe que é doador voluntário de medula óssea;
– quatro últimos comprovantes de doação de sangue (se a opção for marcada na pré-inscrição);
– laudo médico ou atestado (caso o estudante possua necessidades específicas).

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Se liga. Ela é superior, sim!

VIVA+

Edital apoia projetos que combatem violência sexuais contra crianças e adolescentes

COLUNISTAS

Você gostava da aula de educação física?

COLUNISTAS

Depois de sofrer bullying na escola, psicólogo encontra na psicologia positiva um caminho possível

COLUNISTAS

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Posts recentes

Publicidade Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat