Os médicos do Hospital de Câncer Alfredo Abrão entraram em greve parcial nesta segunda-feira (5) e consultas foram suspensas na unidade por tempo indeterminado. Cerca de 30 médicos pararam os trabalhos por conta de atraso salarial.

Conforme informou a assessoria de comunicação do hospital, apenas os atendimentos ambulatoriais foram suspensos, mas os demais atendimentos como quimioterapias, radioterapias, cirurgias, exames de Raio X, Tomografias, laboratoriais, etc; Campanha do novembro Azul, emergenciais/urgências, estão sendo realizados normalmente.

O atraso salaria aconteceu devido à falta de um repasse feito ao Hospital de Câncer e, segundo assessoria, uma reunião já estaria sendo feita para agilizar a regularização.

“As atividades médicas no hospital serão retomadas em sua totalidade assim que solucionadas as pendências”, informou assessoria do hospital por meio de nota.

O Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul) informou que a entidade não foi comunicada sobre a greve.

Fonte: MidiaMax

Deixe um comentário