Conecte com a gente

COLUNISTAS

MEU RELACIONAMENTO ESFRIOU! E AGORA?

Por Fátima Moura

Manter acesa a chama de um relacionamento é trabalho diário, que não termina no dia que duas pessoas resolvem morar juntas. Sexo, amor e sedução formam o triangulo que garante o sucesso da vida a dois. Manter um relacionamento durante anos é uma árdua tarefa que exige dos parceiros um grande investimento amoroso, capacidade de mudanças e de adaptação e a convicção de que é preciso batalhar para que as coisas aconteçam. Vamos lembrar como tudo começou; como as coisas eram antes do maior” inimigo das relações” : a temida rotina.

As fases do amor

Sentimentos e emoções intensas fazem parte da rotina de um casal apaixonado, principalmente no início de um relacionamento promissor. Na verdade, estar apaixonado é um processo que, para melhor compreensão, pode ser divido em três grandes fases: atração, fascinação ou paixão e ligação. O que acontece em cada fase?

Atração: Ao se sentirem atraídos um pelo outro, homens e mulheres experimentam esta fase do amor, caracterizada por ser em sua quase totalidade, uma fase de fenômenos físicos

Fascinação ou paixão: Fase marcada pela presença de diversas substâncias químicas circulantes na corrente sangüínea e por envolvimento emocional

Ligação: A última fase do amor é caracterizada pela forte união que se desenvolve entre o casal, depois que os efeitos provocados pelas substâncias químicas diminuem. A ligação geralmente se manifesta após os dois primeiros anos de relacionamento, quando a fase de paixão diminui.

Pense na relação como se você um palito de fósforo. Você é a superfície áspera da caixa. Quando essa superfície se desgasta, é muito difícil ascender o fósforo.

Portanto, use e abuse do poder de sedução.

A sedução é parte integrante de um jogo vital que garante a continuidade do relacionamento. Este jogo natural entre homens e mulheres visa à construção de um relacionamento amoroso. Somos sedutores por natureza e em todo momento,   utilizamos essa capacidade, mesmo sem perceber. A sedução tem o poder de atrair, fascinar, e por isso é tão importante a tirar proveito dela. Nós, sabemos,  seduzir muito bem. Mas a sedução precisa de um certo treino e você deve estar muito atenta (o) para que ela se incorpore á sua vida. Ela é importante não só na hora da paquera, mas também para manter um relacionamento vivo.

Muita criatividade!

Em todas as fases do relacionamento. O cérebro é a parte mais erótica do corpo. Pratique o que os especialistas chamam de “Preliminar Mental”: você começa a mentalizar situações diferentes juntamente para se acostumar com elas. Comece a erotizar o relacionamento na sua cabeça, imagine-se fazendo coisas diferentes, com o seu parceiro (a). Assim, vai se acostumando às novidades que muitas vezes nem fantasiava.

Libere a imaginação

Abrir espaço na rotina para as fantasias tem um papel importante para manter a vida sexual sempre renovada, veja as vantagens que você pode obter ao tentar colocar em prática com seu parceiro (a) alguns desses seus desejos.

  • Aumentando a cumplicidade e a intimidade, fortalecendo a ligação entre o casal.
  • Combater a rotina, tornando o sexo mais diversificado e interessante.
  • Melhorar sua autoestima, fazendo com que você se sinta mais atraente para o seu (sua) parceiro (a)
  • Promover o amadurecimento sexual do casal, fazendo com que cada relação sexual se torne uma experiência única, vivenciada sempre de uma forma diferente.

Experimente:

Usar roupas mais atraentes, mesmo em casa, pois a ajudarão sentir-se melhor e a criar um tipo sensual para suas fantasias. Isso serve para os homens também, nada como um homem perfumado e bem cuidado para aguçar o desejo feminino.

Tornar cada acontecimento agradável com seu (sua) parceiro (a). Não importa quanto tempo vocês têm para ficarem juntos. Faça valer a pena.

Acabar com medos e tabus. Não tenha medo de experimentar o novo. Visite uma boutique sensual. Conheçam as novidades do mercado sensual. Comprem acessórios e cosméticos que ajudem a melhorar a relação sexual de vocês.

E lembre-se:

Explore o poder do beijo

Se você quiser descobrir o corpo do seu parceiro (a), descubra-o com beijinhos, bem lentamente. Experimente começar pelos pés e ir subindo pelo corpo até cobrir toda a pele.

Explore a região de trás dos joelhos com beijos, suba pelas pernas até a parte interna das coxas e vá subindo, e  com beijos apaixonados chegue até os ombros e a nuca. Não se esqueça de dar atenção especial as orelhas e termine a sessão com um gostoso beijo na boca.

Fale sobre os fetiches

Ter fetiches e fantasias é super-normal e saudável, além de ser uma ótima forma de apimentar o relacionamento do casal. No entanto antes de se vestir de Mulher Gato e se esconder atrás da porta para esperar o marido que está chegando, é preciso saber se os seus desejos secretos combinam com os dele. A estratégia é a mesma sempre que você esteja com vontade de experimentar o novo a dois: converse com ele (a) como quem não quer nada, mostre com naturalidade um artigo na internet sobre o assunto e veja o que ele acha.

Deixe tudo fluir. Mesmo quando tiver só alguns minutinhos… Faça-os valer à pena!

Fátima Moura é criadora do chá de lingerie e pioneira nos cursos de sensualidade. Capacitada em saúde e educação sexual pela Abrasex. É autora dos livros “Chá de Lingerie” e “Sexo para mulheres casadas”. Ministra cursos de striptease, lap-dance, paquera e conquista, pompoarismo, massagem sensual e stripdance.

Escrito por

Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Católica Dom Bosco (2008) e Pós-graduação em Produção Audiovisual - Estéticas Contemporaneas pela UCDB (2010). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Videodifusão, produção Audiovisual para as novas mídias e Direção de Arte.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Zonas erógenas femininas ajude seu parceiro á descobri-las.

COLUNISTAS

Os signos e o sexo

COLUNISTAS

22 de setembro: Um dia dedicado aos apaixonados

COLUNISTAS

PODCAST: O relacionamento cansou, e agora?

VIVA+