Conecte com a gente

BLINK NEWS

Ministério notifica OMS sobre 3ª morte relacionada à zika no Brasil

Foi fechada parceria com o Ministério da Saúde com uma universidade americana para acelerar assim o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus da zika. O ministério notificou a Organização Mundial da Saúde sobre a terceira morte relacionada à zika no Brasil. A mulher de 20 anos morava em Serrinha, no Rio Grande do Norte e [...]

Foi fechada parceria com o Ministério da Saúde com uma universidade americana para acelerar assim o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus da zika. O ministério notificou a Organização Mundial da Saúde sobre a terceira morte relacionada à zika no Brasil.

A mulher de 20 anos morava em Serrinha, no Rio Grande do Norte e morreu em um hospital em Natal, em abril do ano passado.

Ela apresentou sintomas de pneumonia, que não costuma levar pessoas jovens rapidamente à morte. Por isso, o caso foi pesquisado pelo Instituto Evandro Chagas, do Pará, e o vírus da zika foi encontrado.

Cláudio Maierovitch, do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis afirmou:

É possível que o vírus tenha causado a morte indiretamente. Nós ainda não conhecemos o suficiente do comportamento desse vírus na sua interação no corpo humano para saber exatamente os mecanismos que se desenvolvem no corpo que podem levar à morte.

Esta é a terceira morte relacionada com a zika no Brasil. Os outros dois casos também foram registrados no ano passado. E nesta quinta-feira (11), o ministro da Saúde anunciou uma parceria entre a Universidade do Texas, nos Estados Unidos, e o Instituto Evandro Chagas para desenvolver uma vacina contra o vírus da zika.

O governo vai investir quase R$ 8 milhões no estudo.

A novidade desta parceria é que os pesquisadores esperam desenvolver a vacina contra o vírus da zika num tempo menor. Normalmente leva-se de três a cinco anos. A expectativa é acelerar as pesquisas para chegar mais rápido na etapa de produção da vacina em larga escala.

No sábado, dia 13, haverá uma mobilização contra o mosquito Aedes aegypti. Militares vão distribuir panfletos para orientar moradores 350 cidades, que registram altos índices de infestação do mosquito.

E na semana que vem, 50 mil soldados vão entrar nas casas para combater o Aedes aegypti.

O ministro da Defesa disse que a campanha só terá sucesso se toda a população se envolver.

 

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

PODCAST: Todo dia um dia novo, ou nem sempre?

VIVA+

29 JUL #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

23 JUL #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

Vá dormir direito!

VIVA+

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

WhatsApp chat