Conecte com a gente

VIVA VOZ

Na França, cantada na rua pode virar crime

A famosa cantada que os homens costumam usar para uma mulher nas ruas pode estar com os dias contados na França.

A secretária de Estado para Igualdade de Mulheres e Homens, Marlene Schiappa, promete pedir a criminalização de cantadas e demais assédios sofridos em espaços públicos – o que poderia render uma multa de 5 mil euros, o equivalente a R$ 18.500.

A ideia é caracterizar o assédio das ruas para que a polícia possa impor multas aos homens que seguem, intimidam e assediam as mulheres no espaço público. É uma luta cultural para reduzir o consenso tácito de aceitação da violência”, disse Marlene aos jornais locais.

Ela explicou que um flerte consensual não será considerado crime. “Conversar com alguém e pedir o telefone não será considerado assédio”.

A ideia da secretária, no entanto, não é unânime e já sofre resistências. Advogados argumentam que será muito difícil provar e punir esses atos.

Segundo números do governo, 15% das francesas já sofreram violência sexual em algum momento de suas vidas.

Você acha que cantada pode ser considerado como um tipo de assédio e é um comportamento que deve ser repudiado?

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Se liga. Ela é superior, sim!

VIVA+

#MulheresIncríveis superação e lindas histórias no #CafécomBlink

CAFÉ COM BLINK

Mulheres incríveis, mulheres invencíveis

VIVA+

Não é Não! Assédio foi tema da nossa entrevista de hoje.

CAFÉ COM BLINK

WhatsApp chat