Conecte com a gente

BLINK NEWS

26 NOV 19: #6PRINCIPAISNOTÍCIAS

1 – Governo diz ao Congresso ter revisado de R$ 2,5 bi para R$ 2 bi valor do fundo eleitoral em 2020

O governo federal informou ao Congresso Nacional ter revisado de R$ 2,5 bilhões para R$ 2 bilhões o valor do fundo eleitoral para o ano que vem. Segundo o governo, a redução do valor ocorreu porque foi feito um novo cálculo sobre as renúncias fiscais relacionadas à propaganda partidária, que compõem o fundo, e sobre as emendas de bancadas estaduais. Agora, caberá à Comissão Mista de Orçamento (CMO) analisar o novo valor, que poderá ser incorporado à proposta do relator, deputado Domingos Neto (PSD-CE). O Orçamento da União deve ser votado até o fim do ano na CMO e no plenário do Congresso. Para virar lei, contudo, ainda precisará ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

2 – Corpo de Gugu Liberato já está pronto para deixar Instituto Médico americano

A qualquer momento, a funerária que ficará responsável pelos trâmites até o traslado para o Brasil poderá liberar os restos mortais do apresentador para a viagem. Todo o material necessário para os exames e laudos já foram colhidos ontem. Por isso o corpo já foi liberado. O resultado da autópsia, no entanto, só deve sair dentro de 10 ou 12 semanas. O apresentador será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, em cerimônia aberta ao público. Já o sepultamento vai acontecer no cemitério Getsêmani, no Morumbi. Gugu Liberato morreu na última sexta-feira (22), em Orlando, nos Estados Unidos depois de cair de uma altura de 4 metros enquanto tentava arrumar o ar-condicionado da casa onde morava com a família.

3 – Relatório da ONU diz que Brasil ‘precisa urgentemente fortalecer ações’ de proteção ao meio ambiente

Um relatório sobre mudanças climáticas, lançado pela Organização Mundial das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (26), afirma que o governo brasileiro “precisa urgentemente fortalecer as ações de mitigação” no setor do meio ambiente. O documento destaca que, se os gases emitidos por mudanças no uso da terra, como transformação de floresta em pasto, fossem incluídas nos cálculos, o Brasil seria o maior emissor de gases do efeito estufa no planeta. Atualmente os cálculos da ONU que elencam os países mais poluentes excluem emissões geradas por mudanças no uso do solo por conta da falta de “dados confiáveis por país” neste quesito.

4 – Com “hora certa” e temperatura, novo relógio da 14 é ativado

Com visor mais moderno, mostrador digital e marcando a hora certa, o relógio da nova 14 de julho no cruzamento com a Avenida Afonso Pena, em Campo Grande já está funcionando. A instalação começou no dia 8 deste mês e foi concluída nesta terça-feira (26), três dias antes da inauguração das obras do Reviva Campo Grande e agrada quem passa pelo local. Um mostrador de acrílico e alumínio foi instalado na estrutura que, inicialmente seria um tributo ao Relógio da 14. Além das horas, ele marca a temperatura e vai fazer referências a campanhas educativas, como a do novembro azul. O monumento foi instalado dentro do Reviva Campo Grande, que revitalizou a 14 de Julho e está em vias de ser entregue, Idealizado pelos arquitetos César da Silva Fernandes e Inácio Salvador, ele está no exato local do monumento original, inclusive usando suas fundações.

5 – Sem acordo, Senado vai esperar calendário da Câmara para decidir se apoia PEC da 2ª instância

Sem acordo sobre qual texto deve ser discutido para retomar a prisão após decisão em segunda instância, a maioria dos líderes do Congresso decidiu nesta terça-feira (26) esperar que a Câmara dos Deputados elabore um calendário com prazos para aprovação da proposta que tramita na Casa. Só depois, os senadores decidirão qual projeto apoiarão. Até lá, continuarão discutindo as propostas que já estão no Senado. O assunto foi discutido por líderes partidários na manhã desta terça-feira (26), na residência oficial do Senado, com o ministro da Justiça, Sergio Moro.

6 – Com mais de 100 raios, chuva de 20 minutos derruba árvores, causa enchente e assusta moradores em MS

Com mais de 100 raios, uma forte chuva de apenas 20 minutos derrubou árvores, causou enchentes e assustou moradores na manhã desta terça-feira (26), em Ivinhema, a 298 km de Campo Grande. De acordo com a Defesa Civil da cidade, ainda não foram registradas ocorrências de casas alagadas e nem de pessoas desabrigadas. Conforme a meteorologia, os ventos chegaram a 72 km/h e cerca de 110 raios caíram na região nesse período. Conforme o especialista, a chuva de 34,6 milímetros começou por volta das 11h35 desta terça-feira.

Escrito por

Sou um nativo apaixonado da comunicação, que encontrou no microfone e nas ondas do rádio a forma mais divertida e expressiva de viver a vida. Vivo nas redes, nos feeds e nos stories do mundo. Jornalista, locutor, futuro publicitário e um amontoado de paixões comunicativas. Apresentador do #AoVivaço e do Horário de Pico. Meu Insta: @rodrigosdiniz.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Quem ouvir, favor avisar

COLUNISTAS

Não gosta de mim, paciência!

AO VIVAÇO

PODCAST: É possível escravidão no século XXI?

CAFÉ COM BLINK

#TBTRETA Dá para salvar 2019 ainda?

AO VIVAÇO