O que um “Anjo Troncho” tem haver com o Caetano Veloso?

A cada dia o novo disco de Caetano Veloso ganha novos contornos. “Meu Coco“, como foi batizada a obra, deve chegar às lojas e streaming a partir do mês de outubro. Segundo o Papel Pop, a primeira amostra, aterrissa na próxima quinta-feira (16).

De acordo com o próprio artista em postagem feita nas redes sociais nesta segunda (13), a faixa que recebe a missão de abrir caminho para o restante do projeto é “Anjos Tronchos”, letra de autoria do próprio Caetano em que o artista faz uma crítica aos algorítmos regentes desta década. Abaixo, dois versos publicados no blod do colunista Lauro Jardim, do Jornal O Globo.

“Uns anjos tronchos do Vale do Silício/Desses que vivem no escuro em plena luz/Disseram: vai ser virtuoso no vício/Das telas dos azuis mais do que azuis./ Agora a minha história é um denso algoritmo/Que vende venda a vendedores reais,/Neurônios meus ganharam novo outro ritmo/E mais e mais e mais e mais”.

“Meu Coco”, que também deve trazer uma interpretação da faixa “Pardo”, gravada originalmente por Céu, é o primeiro lançamento inédito de Veloso desde “Abraçaço” (2012).

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Gostaria de ser um parceiro @BLINK102FM? Ligue 67 3325 2444 - comercial@blink102.com.br