Conecte com a gente

ENTRETENIMENTO

O último eclipse lunar da década

Foto: Ricardo Ghisi Tobaldini/Divulgação / Reprodução / G1.com.br

Na noite deste domingo (20), os brasileiros puderam contemplar um dos mais belos fenômenos astronômicos: um eclipse lunar. O eclipse foi total e pôde ser visto no início da madrugada por vários, que registraram o momento e postaram nas redes sociais.

E o que mais chama a atenção é o tom avermelhado que a lua ganhou no momento em que a terra cobriu totalmente a sua luz, ao passar na frente do sol.

Os eclipses acontecem quando o Sol, a Lua e a Terra estão alinhados no espaço e a Terra se encontra no meio, e ele pode ser parcial ou total. São durante os eclipses lunares totais que a lua de sangue pode aparecer.

Quando a lua está por trás da Terra em um eclipse lunar total, a luz solar não alcança diretamente a lua, porque incide na Terra. Então, no momento que acontece o alinhamento do eclipse, a luz do Sol passa pela atmosfera da Terra (que alcança aproximadamente 80 km desde a superfície) e incide na Lua com tons de vermelho.

A lua ganha o tom avermelhado por causa de um fenômeno físico conhecido como dispersão de Rayleigh. A radiação solar é composta por várias frequências eletromagnéticas com diferentes comprimentos de onda. A atmosfera absorve certas frequências e reflete a parte vermelha do espectro.

Escrito por

Sou um nativo apaixonado da comunicação, que encontrou no microfone e nas ondas do rádio a forma mais divertida e expressiva de viver a vida. Vivo nas redes, nos feeds e nos stories do mundo. Jornalista, locutor, futuro publicitário e um amontoado de paixões comunicativas. Apresentador do #AoVivaço e do Horário de Pico. Meu Insta: @rodrigosdiniz.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat