Conecte com a gente

BLINK NEWS

Pesquisa mostra quais as profissões estão em alta e também em baixa

  Mesmo com a economia do Brasil em crise, existem alguns setores que cresceram e estão oferecendo oportunidades de empregos. Um levantamento feito pela Wyser, empresa especializada em recrutamento e seleção, e divulgado pelo G1, mostrou quais as profissões em alta e em baixa. Entre as áreas que estão em crescimento estão gestão financeira, farmacêutica, agronegócios, comercial e tecnologia da informação. [...]

 

Mesmo com a economia do Brasil em crise, existem alguns setores que cresceram e estão oferecendo oportunidades de empregos. Um levantamento feito pela Wyser, empresa especializada em recrutamento e seleção, e divulgado pelo G1, mostrou quais as profissões em alta e em baixa.

Entre as áreas que estão em crescimento estão gestão financeira, farmacêutica, agronegócios, comercial e tecnologia da informação.
Domínio do inglês ou outra língua estrangeira, especialização e flexibilidade para usar seus conhecimentos técnicos em outros segmentos são características bastante procuradas hoje por empresas.
explica ao site Otávio Granha, gerente regional da Wyser do Norte, Nordeste e Sudeste.
Veja profissões em alta:

Contador – Profissionais com inglês fluente e passagem por consultoria big four (as quatro maiores do mundo) estão com grande demanda.

Atuário – O mercado de seguros, consórcios e previdência privada é um dos que mais crescem.

Bioquímico/Farmacêutico – O mercado de Healthcare e Life Sciences é outro que apresenta crescimento constante no país.

Engenheiro Eletricista – Profissionais com essa formação podem atuar em empresas de energia renovável, telecomunicações e projetos de expansão de redes elétricas. Saber alemão é uma vantagem.

Agrônomo – O Brasil, como celeiro mundial e inovador em pesquisa agrícola fornece boas oportunidades.

Advogado – Profissionais especializados na área tributária são requisitados para trabalhos de consultoria.

Engenheiro de Produção – Profissionais com experiência em consultoria de gestão, mapeamento, redesenho de processos e gestão de projetos estão sendo bem requisitados.

Físico – Muitos físicos têm sido contratados por empresas da área financeira, como hedge funds.

Analista de Sistemas/Computação – Está aumentando a procura por profissionais com experiência em programação e habilidades para desenvolver soluções.

Sociólogo – Pessoas com essa formação são cada vez mais utilizadas pelas empresas para pesquisas de mercado.

Veja profissões em baixa:  

Engenheiro Mecânico – Há uma forte crise no Brasil no setor metal-mecânico.

Jornalista – Com as rápidas mudanças na mídia, as reestruturações têm levado ao corte de pessoal.

Engenheiro Civil – As crises no cenário político econômico interromperam novos projetos de infraestrutura e construção no Brasil.

Turismólogo – Antes chamado de “profissional do futuro”, o turismólogo agora está sendo substituído por candidatos com formação em administração.

Engenheiro Naval – A crise no setor de óleo e gás estagnou a encomenda de embarcações de grande porte.

Engenharia Ambiental  A queda no número de projetos de obras públicas e de mineração está causando a queda da demanda por projetos de licenciamento ambiental.

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Posts recentes

Publicidade Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat