Pet novo? Saiba como ajudar na adaptação

Uma das maiores demandas que os adestradores recebem, em termos de comportamento, é em relação a como adaptar um filhote de cachorro em um novo lar. Afinal, é muito prazeroso ter um cãozinho em casa para cuidar e dar muito carinho.

Todo cuidado é pouco com um filhote de cachorro, adotar um cachorro filhote é como a chegada de um bebê humano, e é aí que está o gancho! Por mais que sejam parecidos, cada um tem suas particularidades.

Leve o filhote de cachorro durante o dia para casa, não deixe para buscá-lo à noite. Chegue cedo em casa com ele e o deixe reconhecer o ambiente, brinque, alimente-o e passe o dia inteiro com ele. Se possível, fique com o cãozinho no espaço onde ele irá dormir.

Não pense em deixá-lo na garagem ao chegar à noite em casa. Afinal, não é porque você não tem vizinhos por perto que ele pode chorar à vontade, cansar e dormir. Muito pelo contrário, evite deixá-lo chorando.

Escolha uma raça adequada para seu lar, você é o responsável pelo pet. Portanto, escolha a raça correta para a sua condição. Se você mora em um apartamento, por exemplo, não escolha uma raça de grande porte, como um Fila Brasileiro. Já se seu cotidiano não permite que você se dedique, não tenha um cachorro com alta demanda energética, como um Labrador ou um Border Collie. Na hora de se informar como cuidar de filhote de cachorro procure pela ajuda de especialistas e adestradores.

Os dados são do Blog Petz.

Quer falar com a BLINK?