Conecte com a gente

VIVA VOZ

Conheça os atores “adultos” mais populares por aqui

Foi-se o tempo em que era preciso ficar acordado até tarde para dar uma olhadinha no conteúdo de sacanagem que a tv tinha a oferecer. Hoje em dia tudo pode ser, inclusive, na hora em que se desejar. Pornô de sobremesa, logo após o almoço, tem. De manhãzinha, antes do desjejum, também tem.

Os brasileiros estão entre os usuários que mais acessam diariamente o maior site de vídeos pornográficos, o Pornhub. O país ocupa a oitava posição no ranking mundial.

Curiosamente, a segunda-feira é o dia da semana com maior acesso, enquanto o sábado aparece como o menos acessado pelos brasileiros, que gastam em média oito minutos e navegam por aproximadamente seis páginas em cada visita.

Os feriados também afetam a quantidade de tráfego: no Natal, por exemplo, a queda é de 25% em relação ao dias úteis.

São Paulo e Rio de Janeiro representam respectivamente os estados com maior acesso. O Amapá, embora tenha o menor tráfego, é a região com a maior duração de visita: são quase dez minutos, diferença considerável comparada ao resultados do Pará, que ocupa a segunda posição com média de 8 minutos e 44 segundos por visitante.

Os usuários do Brasil seguem a tendência percebida em outros países de fazer busca no site por atrizes e atores pornôs de sua própria nacionalidade: os termos “Brazil” e “Brazilian” são os mais procurados.

Júlia Paes, Márcia Imperator e Vivi Fernandez, nessa ordem, são os nomes femininos mais buscados. Entre os homens, Kid Bengala é quem faz mais sucesso.

Conheça outros nomes bem ranqueados da putaria nacional:

Bruna Ferraz.

Monica Mattos.

Alexandre Frota.

Cinthia Santos.

Rita Cadillac.

Muitas pessoas defendem que a utilização excessiva de pornografia pode trazer alguns efeitos colaterais, como por exemplo a criação de vínculo em um universo artificial e que, com o tempo, a interações sociais reais seriam prejudicadas. Outros dizem que a pornografia não consegue satisfazer o desejo latente que quem a busca tem. Pode-se definir como um sexo sem intimidade, sem a parte emocional.

Desse modo, o espectador do conteúdo pornográfico, passa a se sentir mais irritado e estressado em seu dia a dia, tendo em mente que ele realiza um sexo ficcional que não atende à todas as necessidades humanas de fato.

Baixa autoestima: embora a utilização da pornografia apresente resultados rápidos para quem a busca, a longo prazo, o usuário passa a se sentir solitário, vazio e com um autoestima super baixa. Logo em seguida, como já foi citado, passa a criar uma distância de relacionamentos reais.

Agora é o momento de ser sincero: você acha que as pessoas hoje em dia ainda tem vergonha de assumir que consomem pornografia? Como é sua relação com esse tipo de conteúdo?

fonte: delas.ig.com.br

 

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat