Conecte com a gente

VIVA VOZ

Quem casa quer casa?

Segunda-feira, dia de Viva Voz só para adultos! Em tempos de contatos virtuais e instáveis, para muita gente o namoro deixou de ser uma opção de relacionamento considerada ideal. Avessos a compromissos, homens e mulheres – principalmente mais jovens – preferem a superficialidade do “ficar”. Mas até que ponto este tipo de relação é bem-vinda? Como ela interfere na formação de valores e na maturidade emocional? E o namoro, é mesmo a melhor forma para conhecermos nossa cara metade?

O psicólogo Alexandre Bez, especializado em relacionamentos, afirma que o namoro ainda prepara para o casamento, mas tem prazo de validade. Destaca também que é esse o período que o casal tem para se descobrir e aprender a conviver com as alegrias e dificuldades.

Alexandre Bez diz que o período de três anos é o suficiente para o casal se conhecer e traçar metas. Se optar por morar junto, 2 anos são excelentes para viver a experiência. “O namoro não pode entrar na fase de acomodação, pois nesse caso é muito difícil partir para algo mais concreto”, completa o psicólogo.

A fase de acomodação se dá quando um dos dois, geralmente o homem, fica desleixado em relação ao relacionamento e à mulher. Ele deixa de ser carinhoso, atencioso e educado. Quanto ao relacionamento sexual, não sente a necessidade de impressionar, não há preocupação em satisfazer a namorada e, geralmente, a freqüência do ato diminui. Ele reclama mais e deixa de agradá-la como costumava acontecer no início do namoro.

Como para toda regra há uma exceção, Bez comenta que em alguns casos o casal pode namorar pelo resto da vida, mas desde que exista um pré-acordo de não construir algo mais concreto, como o casamento. “Hoje em dia é muito comum ver mulheres que passaram dos 40 anos com esse tipo de acordo, pois já passaram por uma experiência negativa com o casamento ou temem ficar sozinhas” comenta o psicólogo.

Você acha que morar junto com o(a) parceiro(a) pode influenciar a vida sexual de um casal?

Fonte: Bonde.com.br

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

PODCAST: O relacionamento cansou, e agora?

VIVA+

Pare de fazer isso agora!

VIVA+

PODCAST: Relacionamentos tóxicos, descubra como é o seu

CAFÉ COM BLINK

Era só uma Stalkeada e acabou com tudo!

VIVA+

WhatsApp chat