fbpx

– Quer fazer parte da minha “coronabolha”?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Rascunho automático

– Como assim?

Nesse tempo de pandemia não pode nada:

  • Não pode sair de casa
  • Não pode ir à academia
  • Não pode fazer uma social
  • Festinha
  • Aglomeração
  • Ir no buteco com a galera
NÃO PODE!! Pera, onde é isso?

Contato social, distanciamento, protocolos de biossegurança.

Você já deve ter lido ou ouvido falar sobre isso, mas duvido que você saca o que é uma “coronabolha”?

https://twitter.com/mariliajuste/status/1260332342415167488

Onde as medidas de restrição são respeitadas, funciona mais ou menos assim: você, se quiser, pode escolher uma outra pessoa, ou 4 (pode ser na realidade ou no virtual) que também estejam em isolamento para serem “parceiros (as)” durante toda a quarentena. Parece casamento essa parada!!

Se você vivesse na Holanda sua quarentena de solteiro seria mais ou menos assim. Você teria direito a escolher um “amigo de abraço” e passar a quarentena somente com essa pessoa. Você já deve estar pensando que só abraçar é meio difícil depois de um tempo, né? O governo holandês recomenda que você escolha bem o fulano (a) por que é permitido passar a outra etapa da amizade. Não é legal? Durante meses, você e a mesma pessoa, isolados sem estresse de balada, encontros com muitas pessoas, flertes, bares, amigos, etc. 

Se você vivesse na Bélgica seria assim: lá eles chamam as bolhas sociais de “coronabolhas”. Que nome legal!! Se em uma vivem, 1, 2,3 5, 7 ou qualquer número de pessoas, o governo dá o direito de durante a quarentena essa casa receber mais 4 pessoas e formar uma “coronabolha”. Como tudo que parece bom a gente sempre desconfia, depois de escolhidas as 4 pessoas para “coronabolha” e não é permitido trocar essas pessoas até o fim da quarentena. Serão sempre elas?? Nossa quem aguenta?

Se você vivesse no Brasil…

E aí? O que acha do assunto? Comente!

BTS não vai pro quartel

BTS não apenas abriu caminho para os artistas de K-pop, mas também inspirou o Parlamento da Coreia do Sul a não interromper suas carreiras. via

Leia mais »

Assine nossa newsletter e receba tudo primeiro!

Não mandamos spam e nem divulgamos seu e-mail! Apenas enviamos mediante sua autorização.