Conecte com a gente

COLUNISTAS

Quer me tirar para dançar?

Para a poesia as pessoas podem ser como águas. Algumas são cachoeiras, que ganham beleza na queda, outras podem ser rio de água turva, que não se desapegam de nada e arrastam tudo pelo caminho. Riachinhos, nascentes, garoinhas, diz que tem para todos num sem fim de muitas formas. 

Sinto que a vida me quis água de degelo, que mansinho vem lá do alto, até virar uma lagoa azul no meio do deserto, só que desastrada que sou, não prestei atenção nisso e acabei virando outro tipo de água , dessas que vão indo, abrindo caminho à força. E vou te dizer que a culpa é do Gilsinho.

Você acredita que uma vez, numa festa da primavera da escola, de tanto medo de que ele não viesse me tirar para dançar, num impulso, fui lá eu mesma e o tirei? E sabia que ele não aceitou? Nem lembro se desmaiei. Sei que foi o dia que perdi minha calmaria e desaprendi a arte de esperar.

Sem curso desenhado, em movimentos descompassados de pressa, virei uma correnteza ladeira abaixo. O medo de ficar me fez correr e atropelar, muitas vezes meus próprios sentimentos. E se eu tivesse esperado? Será que ele viria? Será que eu saberia dançar? Onde será que ele anda?

Olha, uma coisa é certa: não acreditei na fluidez das coisas e isso me fez cansar muito. Ainda bem que descobri isso antes de encontrar meu oceano de verdades miúdas.

Agora quero mais é boiar, serenar e ver onde isso tudo vai dar. Vou diminuir o tamanho da importância desse Gilsinho. 

Anos depois, já sou água sem pressa.

Escrito por

Linda Raquel Benitez é uma brasileira campo-grandense. Empresária, e estudante de filosofia, é produtora cultural e design de eventos, há 20 e poucos anos na estrada. Formada em buscar um jeito mais leve de ver a vida, sua especialização é falar sem parar. Desde o ano passado, decidiu escrever e assumir suas crônicas para o mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Campo de alma Grande

COLUNISTAS

Um pé de cor ou a Flor do Jasmim

COLUNISTAS

Varal de poesias

COLUNISTAS

A beleza nem sempre está no topo da montanha

COLUNISTAS

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Posts recentes

Publicidade Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat