Conecte com a gente

VIVA VOZ

Sex office? A cada dez pessoas uma já transou no trabalho, aponta estudo

Perigo. Medo de ser pego. Muitas vezes, situações consideradas arriscadas acabam servindo como impulso para o tesão e o desejo sexual. Segundo pesquisa recente, 36% dessas pessoas mal esperam o expediente acabar para consumar o ato e algumas delas não se deram bem.

Já parou para pensar sobre o que seus colegas de trabalho fazem quando têm um tempinho livre? Talvez eles deem uma olhada na vida dos amigos no Facebook ou usem o momento para responder a alguns e-mails pessoais, certo? De acordo com um estudo recente, alguns deles podem estar se masturbando, vendo pornografia ou até mesmo fazendo sexo no trabalho.

O estudo foi encomendado pela Yellow Octopus, rede australiana de lojas de presentes, brinquedos e eletrônicos, e fez descobertas interessantes sobre os hábitos das pessoas no trabalho. De acordo com os dados (chocantes) levantados, uma a cada dez pessoas já fez sexo no trabalho e quase metade já se masturbou no ambiente corporativo.

Detalhes do estudo

A pesquisa em questão foi aplicada a mil pessoas que foram questionadas a respeito dos segredos mais sórdidos que eles escondem a respeito do que realmente acontece no ambiente de trabalho. De início, os dados revelam quais hábitos as pessoas consideram mais ofensivos quando ocorrem no trabalho.

O hábito de masturbar-se no ambiente de trabalho é percebido como extremamente ofensivo para 47% das mulheres e 48% dos homens (em contraste com o hábito de comer a comida alheia, que desagrada apenas 8% das mulheres e 11% dos homens). No entanto, um a cada dez homens e 5% das mulheres que participaram da pesquisa já praticaram masturbação trabalho. Ainda mais chocante: 40% dessas pessoas afirmam ter se masturbado mais de seis vezes durante o decorrer da vida profissional.

Assistir a filmes pornográficos também é algo que pode estar acontecendo em um computador próximo ao seu. De acordo com a pesquisa, 3% das mulheres e 11% dos homens já fizeram isso ao menos uma vez. Conclusão? É mais comum que seus colegas de trabalho estejam se masturbando do que assistindo um filme adulto.

Os dados mais alarmantes levantados pelo estudo, porém, são os que abordam a questão do sexo no trabalho; de acordo com a pesquisa, uma a cada dez pessoas já transaram no ambiente onde trabalham. Dessas pessoas, 72% aguardaram até que o horário comercial acabasse, 17% fizeram antes mesmo que ele começasse e incríveis 36% tiveram coragem o suficiente para fazer sexo no meio do dia. O lado negativo (tanto para eles quanto para os colegas) é o de que 14% dessas pessoas foram pegas enquanto transavam no trabalho. Êpa!

E você, já fez sexo no trabalho, já fantasiou com isso?

fonte: delas.ig.com.br

 

 

 

Escrito por

Buscando a felicidade sempre. Apaixonado pela comunicação e pela música. Sonhar, acreditar e jamais desistir, tudo isso sem perder a fé. Locutor, cantor e acadêmico de jornalismo. Apresentador do Viva-Voz. Me siga no insta: @padubotelho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

WhatsApp chat