Conecte com a gente

BLINK NEWS

Testes com vacina contra vírus Zika começam em novembro

A vacina contra vírus Zika entrará em fase de testes no mês de novembro, de acordo com o Ministério da Saúde. A substância está sendo produzida no instituto Evandro Chagas, no Pará, em parceria com uma universidade do Texas, nos Estados Unidos. A vacina estará disponível para os testes pré-clínicos, ou seja, testes em primatas [...]

A vacina contra vírus Zika entrará em fase de testes no mês de novembro, de acordo com o Ministério da Saúde. A substância está sendo produzida no instituto Evandro Chagas, no Pará, em parceria com uma universidade do Texas, nos Estados Unidos.

A vacina estará disponível para os testes pré-clínicos, ou seja, testes em primatas e camundongos. O acordo internacional entra as instituições foi divulgado no último mês de fevereiro, quando o prazo para que esses testes começassem era de um ano.

“As novas tecnologias são fundamentais para conseguirmos acelerar o processo de desenvolvimento da vacina. Se as fases correrem dentro do esperado, em dois anos poderemos ter a vacina pronta para produção”

observou Pedro Vasconcelos, do Evandro Chagas.

A universidade norte-americana é um dos centros mundiais de pesquisas de arbovírus, especializado no desenvolvimento de vacinas e o Instituto Evandro Chagas é referência mundial de excelência em pesquisas científicas. A parceria conta com um investimento de aproximadamente R$ 10 milhões do ministério da Saúde para realização da pesquisa.

O prazo inicial, de 12 meses, está sendo antecipado para nove meses. Isso mostra a importância do Instituto Evandro Chagas como uma célula fundamental de desenvolvimento de tecnologia em saúde no Brasil.

avaliou o ministro Ricardo Barros.

A previsão é que em fevereiro de 2017 sejam iniciados os testes em humanos, etapa que será executada pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos/Fiocruz). A vacina deverá ser administrada em dose única, inicialmente, o público-alvo da imunização serão mulheres em idade fértil.

Grávidas

Para o Ministério da Saúde, a vacina será fundamental para ajudar a diminuir a incidência dos casos de microcefalia em bebês no Brasil. No entanto, ela não poderá ser aplicada em gestantes, por isso o instituto também desenvolve outra tecnologia, a partir do DNA recombinante do vírus para ser utilizado em grávidas.

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

PODCAST: Todo dia um dia novo, ou nem sempre?

VIVA+

29 JUL #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

23 JUL #6_PRINCIPAISNOTÍCIAS

BLINK NEWS

Vá dormir direito!

VIVA+

Notícias em seu email?

Coloque aqui seu melhor e-mail que enviaremos "Blink News" para você semanalmente!

WhatsApp chat