fbpx

Uma dose de boas notícias no meio dessa tempestade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

1 – Um paciente que teve coronavírus em São Paulo está curado da doença. Foi a primeira cura registrada no país.

A notícia boa foi confirmada na sexta, dia 13, durante uma entrevista coletiva dada pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual da Saúde.

De acordo com o infectologista, o homem, de 61 anos, diagnosticado no dia 25 de fevereiro, pelo Hospital Albert Einstein, não apresenta mais o vírus. A constatação foi realizada pelo laboratório da unidade privada de saúde.

Desde a constatação do primeiro caso, pacientes que chegam de viagem internacional e apresentam febre e sintomas respiratórios estão sendo testados.

2 – Ainda falando no coraonavírus, uma atitude para aplaudir e para ser copiada!

Sensibilizada com a pandemia do coronavírus, uma empresa de energia elétrica suspendeu qualquer corte de luz por falta de pagamento. O anúncio está na página da concessionária na internet.

A postura exemplar é de uma das maiores empresas de energia elétrica dos Estados Unidos.

A empresa fornece eletricidade para mais de 7 milhões de clientes em seis estados americanos.

Além da suspensão dos cortes de energia, a empresa sinalizou que também vai procurar outras formas para ajudar a população.

3 – Foi criada lentes de contato que corrige a visão de daltônicos.

A novidade vem de Israel e promete corrigir o daltonismo que impede as pessoas de distinguir as cores vermelho e verde.

Na verdade, já existem óculos para esta correção disponíveis comercialmente, mas são muito mais volumosos do que as lentes de contato.

Um artigo publicado por uma revista científica, diz que as lentes são personalizadas e podem se tornar uma maneira conveniente e confortável para ajudar as pessoas a enxergarem as cores.

Problemas em distinguir vermelho de verde interrompe a rotina simples das pessoas com daltonismo, como decidir se uma banana está madura, ou verde, por exemplo.

Com base em simulações de daltonismo conduzidas pela equipe, as novas lentes de contato podem restaurar consideravelmente o contraste perdido de cores e melhorar sua percepção em até 10 vezes.

As lentes também poderão ser utilizadas para outras deficiências, como a miopia e hipermetropia, que podem ser tratadas em uma única lente de contato.

E aí? O que acha do assunto? Comente!

Assine nossa newsletter e receba tudo primeiro!

Não mandamos spam e nem divulgamos seu e-mail! Apenas enviamos mediante sua autorização.