Conecte com a gente

BLINK NEWS

Vamos falar de acessibilidade? Como é o dia-a-dia de um deficiente visual?

Você provavelmente já deve ter passado pela experiência de ter queda de energia na sua residência. A escuridão é momentânea, gera medo, desconforto mas é passageira. Esse mundo escuro é realidade para muitas pessoas, aqueles que sofrem algum tipo de deficiência visual, seja ela total ou parcial enfrentam muitas dificuldades, mas conseguem, na maioria das [...]

Você provavelmente já deve ter passado pela experiência de ter queda de energia na sua residência. A escuridão é momentânea, gera medo, desconforto mas é passageira. Esse mundo escuro é realidade para muitas pessoas, aqueles que sofrem algum tipo de deficiência visual, seja ela total ou parcial enfrentam muitas dificuldades, mas conseguem, na maioria das vezes, passar por todas elas.

A sociedade brasileira, tal como as escolas, prédios públicos, cinemas, escolas não estão aptos para incluir os deficientes visuais no seu dia-a-dia. Muito se fala sobre acessibilidade, mas a prática mesmo é pouco observada.

Por que uma deficiência faz de alguém um cidadão diferente ou com menos direitos? Essa pergunta parece absurda, mas a ausência de projetos de acessibilidade para os deficientes mostra que ela, muitas vezes, é verdadeira.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1% da população mundial apresenta algum grau de deficiência visual. Mais de 90% encontram-se nos países em desenvolvimento. Nos países desenvolvidos, a população com deficiência visual é composta por cerca de 5% de crianças, enquanto os idosos são 75% desse contingente. Dados oficiais de cada país não estão disponíveis.

Em Campo Grande existe o ISMAC ( Instituto Sul Mato-grossense para cegos Florivaldo Vargas) que atua na saúde, educação e assistência social, contribuindo para o processo de habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência visual, com serviços especializados e totalmente gratuitos, de modo a garantir o desenvolvimento e autonomia da pessoa com deficiência visual ao integrá-los com a família e a sociedade.

Hoje estaremos com uma pessoa que sente na pele os obstáculos legais e sociais de ser deficiente visual e estará falando ao vivo de forma informal como lida todos os dias com obstáculos e desafios que enfrenta.

 

Escrito por

Jornalista Brasileira. Produtora de conteúdo. pura canceriana. descobrindo maneiras de agradecer, sempre. respirando fundo, de vez em quando. a louca da poesia, dos contos e das letras de músicas. Journalist brazilian w/ italian citizenship - cargocollective.com/giuliasimcsik

RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Blink102 Blink102 Blink102 Blink102 Blink102

Comentários

“TagSômetro”

Blink102

Posts recentes

Blink102
Publicidade Blink102 Blink102 300x250
Blink102 300x250
WhatsApp chat