O Retorno das atividades são controladas pela vigilância sanitária de Campo Grande e recebe média de 300 denúncias por dia;

Em entrevista no Café com Blink, a Superintendente da Vigilância Sanitária de Campo Grande-MS Veruska Lahdo, comenta que estabelecimentos reabertos devem garantir a segurança dos frequentadores. A Guarda-Municipal e os Fiscais da SEMADUR atuam nas denúncias, principalmente de aglomerações e ausência de materiais de higiene, como itens obrigatórios, nos estabelecimentos com circulação de pessoas.
Além disso, os óbitos por síndrome respiratória aguda grave, tiveram aumento, segundo último boletim divulgado pela própria vigilância sanitária. Nesse mesmo período(abril e maio) ano passado(2019) foram registrados 2 óbitos à menos, num total de 13 óbitos em 2020.
A superintendente afirmou em entrevista que todos esses óbitos foram testados para covid-19 e deram resultado negativo.
A principal recomendação nesse momento, ainda é manter o distanciamento social. Caso exista alguma denúncia a Vigilância sanitária tem o canal 153 onde o sigilo do aviso é garantido.

Deixe um comentário